• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Terça, 28 Maio 2024    •      Directora: Inês Vidal; Director-adjunto: João Carlos Lopes    •      Estatuto Editorial    •      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 37° / 18°
Céu limpo
Qui.
 34° / 15°
Céu limpo
Qua.
 31° / 14°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  31° / 13°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 
 Últimos artigos por...

Maria Augusta Torcato

 

Caminho de Abril - maria augusta torcato »  2024-04-22 

Olho para o meu caminho e fico contente. Acho mesmo que fiz o caminho de Abril. O caminho que Abril representa. No entanto, a realidade atual e os desafios diários levam-me a desejar muito que este caminho não seja esquecido, não por querer que ele se repita, mas para não nos darmos conta, quase sem tempo de manteiga nos dentes, que estamos, outra vez, lá muito atrás e há que fazer de novo o cam... (ler mais...)


Plantação intensiva: do corte à escovinha e tudo em fila aos horizontes metalificados - maria augusta torcato »  2024-03-08 

Não sei se por causa das minhas origens ou simplesmente da minha natureza, há em mim algo, muito forte, que me liga a árvores, a plantas, a flores, a animais, a espaços verdes ou amarelos e amplos ou exíguos, a serras mais ou menos elevadas, de onde as neblinas se descolam e evolam pelos céus, a pedras, pequenas ou pedregulhos, espalhadas ou juntinhas e a regatos e fontes que jorram espontaneamente. E,... (ler mais...)


Memória: papel ou impacto em nós - maria augusta torcato »  2024-02-22 

Não veio do nada este tema, proposto aos meus alunos, para reflectirem e treinarem o domínio da escrita. Ele é recorrente em textos que lemos e analisamos e ainda foi discutido na sequência do visionamento de um filme, cuja personagem principal sofre de alzheimer.

Este processo de nos debruçarmos sobre algo que nos é inerente, mas tão intrínseco que nem nos lembramos da sua exist&e... (ler mais...)


Levado ao engano - maria augusta torcato »  2022-12-26 

O tempo passa. E passa depressa. E ao contrário do que esculpimos no nosso imaginário em relação ao futuro, a realidade, a determinada altura, exorta-nos mais para a rememoração. Eu já ando há algum tempo neste processo e até acho que não sou nada saudosista.

Porém, a realidade que nos envolve é tão pouco credível, tão frustrante e ... (ler mais...)


O suco de um discurso - maria augusta torcato »  2022-11-09 

Ouvi atentamente, esta madrugada, 31 de outubro, o discurso de Lula da Silva, após saírem os resultados das eleições do Brasil.

Durante esta manhã, pesquisei e encontrei o discurso escrito, que li. Este duplo contacto com o discurso não se faz por acaso. No 11.º ano, um dos conteúdos que se aborda é o texto argumentativo, nomeadamente o Sermão de Santo António a... (ler mais...)


A vida secreta das casas abandonadas - maria augusta torcato »  2022-10-23 

Há como que um misto de magia e de mistério nos ambientes que se evolam das casas abandonadas.

Em mim, estas casas estimulam um fascínio difícil de narrar, porque nelas vejo e sinto, melhor, imagino, pessoas e vidas, em fila indiana, cada qual no ponto da linha do tempo que lhe coube.

Perante o estado de abandono e de degradação e ruína, chego a recriar, mentalmente, as fases da ... (ler mais...)


As laranjeiras voltaram - maria augusta torcato »  2022-10-09 

 As laranjeiras voltaram à praça. À praça que foi sempre das laranjeiras, mesmo sem as ter.

O regresso das laranjeiras, com a sua flor e aroma, criou a sugestão, mesmo que efémera, de que tudo o que a praça Marechal Carmona houvera sido voltaria a ser. Mas apenas as memórias se avivaram, em cores, sons e movimentos, fluindo nas palavras trocadas entre quem viveu a praç... (ler mais...)


Testemunha dos tempos - maria augusta torcato »  2022-09-23 

Um jornal testemunha. É um dos seus papéis. E espera-se um papel ativo na observação, na análise e na intervenção do que está à sua volta, próximo e distante.

O JT completa 29 anos com publicações ininterruptas ao longo deste tempo. Não é coisa para todos os jornais.

É muito tempo a enfrentar mudanças, dificuldades, b... (ler mais...)


(des)esperança e lição da professora Natureza - maria augusta torcato »  2022-01-13 

Cada ano novo traz consigo esperança e intenções. É talvez isso que contribui para que nós o sintamos como novo. É uma perceção, uma representação que está tão imbuída em nós e que, mesmo nos mais céticos e desesperançosos, alimenta uma pequenina, ténue e fugaz luz no nosso interior. Já não acredito, mas….... (ler mais...)


Desesperança 1, ou o Novembro do nosso descontentamento - maria augusta torcato »  2021-11-25 

Às vezes, lembro-me das personagens de Sancho Pança e D. Quixote, evocadas no capítulo III de “Viagens na minha terra”, de Garrett.

Não sei, todavia, se a lembrança dessas personagens, neste contexto, vem por boas razões.

À medida que os dias decorrem, um de cada vez, mas sem qualquer interrupção, assiste-se a um triste, diria mesmo tristíssimo, e... (ler mais...)


Um outubro de todas as cores e todos os sentidos - maria augusta torcato »  2021-11-01 

Enquanto ouço poesia, o meu olhar embrenha-se na serra, a serra-mãe como lhe chamo, e fascina-me a mancha de névoa que de mansinho se movimenta, dando-me a entender que ora se prende ora se desprende do cume, numa viagem ao céu de ida e vinda. Tão lá em cima, o cinzento mescla e despido das pedras abraça-se ao verde da vegetação, que me parece escassa e rasteira, talvez pela altura... (ler mais...)


Sem política, armas e religião… - maria augusta torcato »  2020-10-23 

“Eu só quero ir para um lugar sem política, armas e religião…”, dizia uma mãe ainda jovem, em lágrimas, quando um jornalista a interpelava nos momentos que se seguiram à tragédia no porto de Beirute, que é do conhecimento de todos nós, mas, quicá, por estar distante dos olhos talvez passe a estar igualmente distante do coração. Diga-se, em ab... (ler mais...)


Ironia do destino ou lei do retorno? - maria augusta torcato »  2020-09-28 

Sempre tive, e continuo a ter, um fascínio por escolas. Quando se atravessa uma aldeia, uma pequena vila, ou até um monte ou pequenino aglomerado de casinhas, os edifícios que albergavam as escolas têm uma traça comum e especial. O meu olhar fica preso. De todas as vezes imagino a alegria, os sons, as brincadeiras que por ali teriam ocorrido. Imagino avós à conversa, à espera dos netos. Im... (ler mais...)


Olhar o futuro sem perder de vista o passado - Carta aos meus alunos - maria augusta torcato »  2020-08-19 

O título desta crónica já cá estava no papel, creio que desde abril ou maio, e era para abordar as dádivas desses meses que temos de lembrar todos os dias da nossa vida.

Mas o tempo passou, não consegui ter tempo para pôr no papel o que me ia (e vai sempre muito!) na cabeça e na alma. Por isso, hoje, peguei no título e adicionei-lhe um subtítulo, “Carta aos meus... (ler mais...)


Certezas? Há, claro! Todas incertezas »  2020-04-17 

Desde sempre as únicas certezas que tivemos foram incertezas. A vida ensina-nos que não controlamos absolutamente nada, mas há qualquer coisa em nós que nos leva a acreditar e a teimar nessa crença de controlo. Aliás, o homem precisa acreditar que é senhor das suas acções. E é, de algumas, mesmo que nestas exista sempre uma boa fracção que não controla n... (ler mais...)


Não há fartura que não dê em fome »  2020-04-05 

Eu sei que o ditado popular é ao contrário, “não há fome que não dê em fartura”. Mas, aqui, na realidade que hoje vivemos , e dependendo da perspetiva de análise, creio que se aplica melhor o inverso. Aliás, está mesmo um mundo às avessas, não só conotativa, mas literalmente. Os tempos que se vivem são novos, mas não trazem nem a curios... (ler mais...)


Saída de Emergência (uma crónica em atraso), por Maria Augusta Torcato »  2020-01-09 

Madrugada. Janeiro, dia 4. De 2019.

O comboio deslizava nas linhas com o seu ritmo sereno, como se não tivesse pressa ou tivesse de respeitar passagem ou não quisesse, com brusquidão, ferir o ferro.
Há muito que não andava de comboio. Mas é bom andar de comboio. A opção tinha sido consciente, muito maturada. Muito negociada com a família. Queria ir sozinha. Precisava i... (ler mais...)


Olha, a gaivota! Olha a gaivota! »  2018-09-01 

 As ideias estão ainda de férias. Se a palavra não fosse tão feia, eu até a utilizaria mais – procrastinação. Meu Deus, que palavra horrível para dizer apenas que se anda com  preguiça, sem vontade, a adiar o que tem de ser feito. Meu Deus, como eu procrastino! E como me aflijo desta aflição que a procrastinação me cria.

Ent&atild... (ler mais...)


Ganha fama e senta-te à sombra da bananeira »  2018-08-15 

Esta é uma crónica pequenina, muito ligeira, leve e fresca, como devem ser as refeições nos dias de muito calor e em período de férias. A crónica “das férias” virá na seguinte ronda de escritaria. Esta é, assim, uma crónica de férias.

Desde a crónica anterior (e não última, como me “repreendeu” um amigo), n&... (ler mais...)


O meu Ti Boino »  2018-08-09 

O meu Ti Boino foi-se. Faltavam-lhe dois aninhos para chegar aos cem.

A notícia chegou hoje, nesta terça feira de julho, logo pela manhazinha, e eu, que nunca tenho tempo para retornar a casa, porque a nossa terra é e será sempre a nossa casa, mesmo que nela não tenhamos passado mais do que um oitavo dos anos que temos, lá vou amanhã, quarta feira, também de manhazinha, para o ac... (ler mais...)


 

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2024-05-06  »  Hélder Dias Insana Casa…
»  2024-05-05  »  Jorge Carreira Maia 25 de Abril e 25 de Novembro - jorge carreira maia
»  2024-05-25  »  José Ricardo Costa Todos os Nomes - josé ricardo costa
»  2024-05-25  »  Acácio Gouveia Gerações de traidores - acácio gouveia
»  2024-05-25  »  Jorge Carreira Maia O desafio à ordem liberal - jorge carreira maia