• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 20 de Novembro de 2017
Pesquisar...
Qui.
 22° / 12°
Períodos nublados
Qua.
 21° / 8°
Céu nublado
Ter.
 21° / 7°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  22° / 8°
Claro
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 
 Últimos artigos por...

José Ricardo Costa

 

Ir à Praça »  2017-11-14 

Qualquer jovem de Lisboa sabe que ir “ao bairro” é Bairro Alto. No Porto, ir “ao palácio” é Palácio de Cristal. Em Torres Novas “ir à praça” é Praça 5 de Outubro. Mas houve um tempo em que a expressão tinha outro sentido: ir à 2ª feira comprar fruta, legumes, hortaliças, queijos, enchidos, animais, loiças, móveis ... (ler mais...)


O VÉU DA IGNORÂNCIA »  2016-04-05 

 

Volta e meia somos confrontados com o problema do vestuário, devido às diferenças entre a cultura ocidental e a muçulmana. Desta vez, por causa das hospedeiras da Air France serem obrigadas a usar véu e roupas largas, em Teerão. Para uns, será um sinal de respeito por uma cultura diferente. Outros vêem nisso uma humil... (ler mais...)


COISINHAS DE ESQUERDA »  2016-03-16 

Desejando motivar os alunos para o capítulo de Filosofia Política, explico que o tema ajuda a esclarecer, entre outras coisas, o que significa ser de esquerda ou de direita. Um aluno mais curioso resolveu então perguntar-me se sou de esquerda ou de direita. Expliquei-lhe que por uma razão deontológica não iria responder mas apeteceu-me divertir um bocadinho, lançando... (ler mais...)


O REGICÍDIO »  2016-02-04 

Pode ser estranho um homem tão fleumático como Alexandre Herculano ter chorado que nem uma Madalena no funeral de D. Pedro V, também ele um fleumático, bem mais Saxe-Coburgo do que Bragança, como diz Maria Filomena Mónica na sua biografia. Tal reacção pode ser explicada não só pela sua ligação pessoal ao jovem rei mas também ... (ler mais...)


Estado hiperbolicamente social »  2016-01-20 

Estou na biblioteca da minha escola, absorto no meu trabalho. Entretanto, sou interrompido por um garoto que, muito educadamente aliás, me pergunta se tenho uns phones que lhe empreste. Eu, também, educadamente respondo que não. O rapaz agradece e vai para a vida dele, não sei se com phones ou sem phones pois deixei de o ver. Pensei que alguma coisa de importante se deve estar a passar no mundo para um garoto achar ... (ler mais...)


FURAR OU NÃO FURAR »  2016-01-09 

Bem nos podemos esforçar por explicar, com os mais sofisticados dotes retóricos, que somos a favor disto ou daquilo. Mas é nas reacções espontâneas que mais verdadeiramente nos revelamos. Pelo que observei do mundo e por livros que li cujas posições achei sensato adoptar, há muito que me considero política e filosoficamente liberal. Mas eu po... (ler mais...)


SEM SOMBRAS DE GREY »  2015-11-13 

Se é verdade que embirro com a ideia de uma educação sexual, em cuja raiz se encontra uma visão racional e científica do sexo, não embirro menos com a totalitária ideologia sexual com que somos permanentemente doutrinados e catequizados através de uma comunicação social, seja esta mais séria ou menos séria, que mais parece ser escri... (ler mais...)


A MANCHA HUMANA »  2015-10-11 

Toda a gente sabe que Portugal é um lugar perigoso para quem precisa de entrar numa casa de banho pública mas também é verdade que nunca estamos preparados para o pior. Há dias, numa viagem de comboio, precisei de ir à casa de banho. Abro a porta e entro no Inferno, não no de Dante mas no de Rabelais, confrontando-me com uma daquelas situações radicais que são mais uma facad... (ler mais...)


OS AMIGOS DE OLEX »  2015-09-25 

Já me pude aperceber que há muitos jovens entusiasmados com a mitologia dos anos 60, olhando para os portugueses que terão hoje 60 e 70 anos e imaginando uma juventude de sexo, droga e rock and roll, quiçá, tendo alguns deles estado em Woodstock. E soubessem eles o que foi o Maio de 68 e ainda iriam pensar que os seus pais também tivessem andado por cá a proibir proi... (ler mais...)


REFUGIADOS OU REFUGO DA HUMANIDADE? »  2015-09-17 

Há dias, no Le Monde, o filósofo Jean Claude Bourdain divertia-se com os presidentes de câmara de Roanne e Belfort, pelo facto de só quererem aceitar refugiados cristãos, na mesma linha do que está a acontecer noutras regiões mais a leste, onde em tempos se criou o Homem Novo mas que rapidamente envelheceu. O filósofo faz então um exercíc... (ler mais...)


DOUTOR, TRAGA-ME GIZ, POR FAVOR »  2015-08-28 

Num daqueles felizes momentos em que não era fácil perceber se estava sóbrio ou bêbedo, dizia Winston Churchill que o capitalismo representa uma desigual distribuição da riqueza, enquanto o socialismo representa a igual distribuição da miséria, dito espirituoso que até um filósofo de esquerda como John Rawls seria capaz de subscrever. ... (ler mais...)


Precisamos tanto de uma terapia para o excesso de realidade, como um esquizofrénico para a irrealidade em que se encontra mergulhado. »  2015-07-27 

Lembrei-me de Anteu, a célebre personagem mitológica que era invencível se em contacto com o chão mas, tal como Sansão sem cabelo, absolutamente fragilizado se o levantassem. Foi assim que Hércules o venceu. Conseguiu levantá-lo e, a partir desse momento, já não mais reagiu.

Lembrei-me de Anteu por causa do equil&iac... (ler mais...)


JOGO AMIGÁVEL »  2015-07-01 

Vale a pena ver estes cinco golos. Pelos golos em si, obras de arte de elevada fineza, mas também para pensar nas putativas reacções dos guarda-redes que os sofreram. Golos destes são um hino ao futebol e fazem a alegria de quem gosta do desporto-rei. Mas pensar na reac&cce... (ler mais...)


FALAR OUTRA VEZ »  2015-06-17 

Quis o destino que eu fizesse parte do júri de um exame oral de Inglês. Apesar de estar ali apenas de corpo presente, segui com atenção a prestação do único aluno examinado. Ora bem, eu conheço o aluno e as suas excelentes capacidades intelectuais, linguísticas e argumentativas. Não surpreende pois que tenha feito uma boa oral de Inglês. Ain... (ler mais...)


A GRANDE ILUSÃO »  2015-06-12 

Defendia Kant que em nenhuma circunstância se deve mentir. Todavia, Benjamin Constant dizia que não é bem assim. A verdade não tem um um valor incondicional pois depende das circunstâncias. Dizer a verdade é um dever se as pessoas tiverem direito a ela. Se um assassino pergunta a alguém onde está a sua futura vítima, não tem o direito de saber e n&... (ler mais...)


O MERCEDES E O PEÃO »  2015-06-08 

Estava a preparar-me para atravessar uma passadeira quando um condutor ignorou por completo a minha desprezível existência de peão. Nada a que eu, peão por militância e convicção, não esteja habituado nos meu diário percurso entre a casa e o trabalho. Só que desta vez ocorreu um processo interessante nos mecanismos automáticos da minha ... (ler mais...)


A COMBINAÇÃO »  2015-06-03 

Há peças de roupa que só vimos em museus ou em pinturas, gravuras, filmes históricos. Podemos ter a consciência do que é um gibão um chaperon, a crinolina, uma casaca, um espartilho, um corpete ou uma cartola, mas trata-se de uma consciência indirecta, não intuitiva, muito diferente da consciência espontânea e imediata que ... (ler mais...)


O mapa cor de rosa »  2015-05-31 

Costuma-se dizer que todos os caminhos vão dar a Roma. A frase está relacionada com a magnífica rede de estradas construídas durante o império romano. Mas podemos também aplicá-la ao mundo dos valores a partir do momento em que a Igreja Católica passou a ser grande referência da cultura ocidental. De facto, também aí todos os caminhos iam dar a Roma.

Mas o "sim... (ler mais...)


Sexo gourmet »  2015-02-26 

Só posso estar mesmo a ficar velho. Ainda sou do tempo em que uma refeição era só uma refeição, por muito boa que fosse. Havia comidinhas que, pelos seus ingredientes e confecção, eram especiais ou feitas para alturas especiais. Mas apenas iss especial.

Actualmente, não basta uma comidinha ser especial para satisfazer as necessidades gastronómicas do povo mais exigen... (ler mais...)


Dois mil e quinzes »  2015-01-09 
Por que razão desejamos ”bom ano” uns aos outros? Um ano não é uma gaveta que possa ficar identificada com uma etiqueta geral que determine a sua qualidade. Como se estivéssemos a falar de vinhos. Com o vinho faz todo o sentido, pois as condições meteorológicas condicionam a qualidade do vinho produzido num dado ano. Por isso dizemos que o vinho X de 2009 é melhor do que o mesmo vinho de 2010. Só que nós não somos uvas nem maçãs ... (ler mais...)

 

 Mais lidas - Opinião (últimos 10 dias)
»  2017-11-15  »  Denis Hickel QUE FUTURO PARA TORRES NOVAS?
»  2017-11-15  »  Maria Augusta Torcato Odores a granel: marketing olfativo ou cascomia?
»  2017-11-14  »  José Ricardo Costa Ir à Praça