• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quinta, 15 Abril 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Dom.
 21° / 8°
Céu nublado
Sáb.
 21° / 10°
Períodos nublados
Sex.
 22° / 11°
Períodos nublados com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  21° / 14°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Pós-presidenciais - antónio gomes

Opinião  »  2021-02-05  »  António Gomes

"Quando a pandemia passar, os pobres vão ficar mais pobres, os remediados menos remediados e os favor"

Já muita coisa se disse sobre os resultados eleitorais do passado dia 24 e muita coisa ainda se vai dizer, pois se existe algo incontornável é a alteração do mapa político à direita. Mas não só. Marcelo Rebelo de Sousa recebeu votos da direita, do centro e da esquerda e não deve ignorar este facto no exercício do seu segundo mandato.

Estejamos atentos ao papel dos vários protagonistas deste acto eleitoral na definição futura das políticas e das respostas à crise social e económica que, infelizmente, se vai agravar.

A primeira questão que se coloca é sobre a crise pandémica e a resposta do Serviço Nacional de Saúde e a tardia, fraca e regateada participação do sector privado.

O SNS está à beira da ruptura, não vai sair inteiro desta crise, isto por clara responsabilidade do governo que teima em não querer segurar os profissionais que fogem para o privado e para a emigração. Este governo recusa-se a encetar as medidas estruturantes que o SNS precisa – contratação de profissionais, carreiras dos médicos, enfermeiros, técnicos de diagnostico, opção pela exclusividade destes profissionais no SNS. Existem hoje cerca de menos mil médicos no SNS do que havia no início de 2020. Este governo. mais o presidente reeleito. são os principais responsáveis pela situação a que estamos a chegar.

Outra situação, que se agrava de dia para dia, é o aumento das desigualdades: mais desemprego, menos rendimentos, precariedade laboral, dificuldade de pequenos empresários, principalmente na área do comércio, restauração e turismo, em manterem os negócios abertos.

Quando a pandemia passar, os pobres vão ficar mais pobres, os remediados menos remediados e os favorecidos do sistema ficarão mais favorecidos.

A chamada bazuca europeia ainda vai trazer muitos dissabores: porque não deixam que seja aplicada onde mais precisamos? Para acudir às pessoas, aos sectores da economia mais martirizados pela pandemia. O investimento público não arranca, apesar das promessas reiteradas por governantes.

Ao presidente Marcelo Rebelo de Sousa agora reeleito, exige-se que saia do seu canto e tome opção por aqueles com quem tanto gosta de tirar selfis.

Não quero terminar sem assumir a minha parte na derrota de Marisa Matias. Apesar do esforço político para trazer ao debate os problemas dos serviços públicos e ser porta-voz dos problemas das pessoas, de tantas pessoas como se viu ao longo da campanha, não foi suficiente.

 

 

 

 

 Outras notícias - Opinião


Empréstimo »  2021-04-13  »  Hélder Dias

Sombra suspeita »  2021-04-13  »  Hélder Dias

Os 2,36 euros extra…ordinários - miguel sentieiro »  2021-04-10  »  Miguel Sentieiro

Num momento em que o sentimento generalizado sobre os chineses é de alguma desconfiança, preparo-me aqui para contrapor e dar uma oportunidade aos tipos. Eu sei que nos foram mandando com a peste bubónica, a gripe asiática, a gripe das aves, o corona vírus.
(ler mais...)


#torresnovas@weshallover.com - josé ricardo costa »  2021-04-10  »  José Ricardo Costa

É muito bom viver em Torres Novas mas também se sente o peso de estar longe do que de verdadeiramente moderno se passa no mundo, enfim, nada de #Me Too, Je suis Charlie Hebdo, vetustas estátuas transformadas em anúncios da Benetton.
(ler mais...)


Rever a revisão, já! - josé mota pereira »  2021-04-10  »  José Mota Pereira

 

 Recuemos no tempo. Entremos numa máquina do tempo e cliquemos no botão que nos leve até ao ano de 2001. Recordemos vagamente que em 2001:

 - Caíram as Torres Gémeas em Nova Yorque em 11 setembro.
(ler mais...)


Na era do ad hominem - jorge carreira maia »  2021-04-10  »  Jorge Carreira Maia

Quando a internet surgiu e, posteriormente, com a emergência dos blogues e redes sociais pensou-se que a esfera pública tinha encontrado uma fonte de renovação. Mais pessoas poderiam trocar opiniões sobre os problemas que afectam a vida comum, sem estarem controladas pelos diversos poderes, contribuindo para uma crescente participação, racionalmente educada, nos assuntos públicos.
(ler mais...)


Equilíbrio - inês vidal »  2021-04-10 

É e sempre foi uma questão de equilíbrio. Tudo. E todos o sabemos. O difícil é chegar lá, encontrá-lo, ter a racionalidade e o bom senso suficientes para o ter e para o ser. E para saber que o equilíbrio de hoje não é obrigatoriamente o de amanhã, muito menos o que era ontem.
(ler mais...)


As árvores morrem de qualquer maneira e feitio - carlos paiva »  2021-04-10  »  Carlos Paiva

Comemorou-se a 21 de Março o dia da floresta. O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) resolveu assinalar a data disponibilizando 50.000 árvores gratuitamente à população. Quem as quisesse plantar, teria de se identificar, inscrever, levantar a árvore (até um máximo de dez árvores por pessoa) e, num prazo de 48 horas, declarar o local onde plantou documentando com fotos.
(ler mais...)


Rejuvenescimento político - anabela santos »  2021-04-10  »  AnabelaSantos

Hoje, como acontece diariamente, no caminho de casa até à escola, lá se deu o habitual encontro matinal entre mim e o Ananias, o meu amigo ardina. Trocámos algumas palavras, comprei o jornal e seguimos por caminhos opostos que nos levam à nossa missão do dia, o trabalho.
(ler mais...)


O CRIT já não é de todos os torrejanos - joão carlos lopes »  2021-04-08  »  João Carlos Lopes

Durante décadas, todos os torrejanos ajudaram no que puderam o CRIT, uma obra social que granjeou a estima de todos os cidadãos e empresários, e foram muitos, que sempre disseram sim a todas e quaisquer formas de ajuda em prol da aventura iniciada em 1975.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2021-04-08  »  João Carlos Lopes O CRIT já não é de todos os torrejanos - joão carlos lopes
»  2021-03-23  »  João Carlos Lopes Peixes e pombos ou a civilização a andar para trás - joão carlos lopes
»  2021-03-20  »  José Ricardo Costa A Rosa do Nome - josé ricardo costa
»  2021-03-20  »  Jorge Carreira Maia A arte do possível - jorge carreira maia
»  2021-04-10  »  Miguel Sentieiro Os 2,36 euros extra…ordinários - miguel sentieiro