• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 14 Abril 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 22° / 10°
Céu limpo
Sex.
 23° / 12°
Períodos nublados com chuva fraca
Qui.
 22° / 14°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  21° / 12°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Funambulista - rui anastácio

Opinião  »  2021-01-23  »  Rui Anastácio

"Tenho uma má notícia para o funambulista Costa: a corda está prestes a parti"

O funambulismo é uma arte circense que consiste em equilibrar-se, caminhando, saltando ou fazendo acrobacias sobre uma corda bamba ou um cabo metálico, esticados entre dois pontos de apoio. Ao funambulista cabe a difícil tarefa de chegar ao segundo ponto de apoio sem partir o pescoço.

Vivemos com o funambulista Costa à frente dos destinos da nação desde 26 de Novembro de 2015. Homem aparentemente honesto, que integrou uma equipa liderado pelo rapaz da Covilhã. Aparentemente, quer ele, quer os restantes membros da equipa, nada viram e nada sabiam.

Político hábil, consegue manejar o poder como ninguém. Absolutamente focado em resultados de curto prazo, tem horror a agitação que lhe fuja ao controle. Mesmo que seja uma agitação das boas e no bom sentido. Homem com alguma coragem, tem liderado o país no último ano com serenidade, bom senso e sentido de equilíbrio e proporcionalidade.

Tenho uma má notícia para o funambulista Costa: a corda está prestes a partir e não haverá tempo para chegar ao segundo ponto de apoio. Aquela barriga de Pai Natal e o ruído com as primeiras vacinas não ajudaram, a corda parece não estar a aguentar o excesso de propaganda.

Se a corda realmente partir, não haverá mais espaço para os moderados, o país vai deixar de ser liderado apenas por sociais-democratas. O senhor Ventura chegará à boleia de uma coligação e irá paulatinamente tomando conta disto.  Está nos livros de história para quem quiser ler.

Francamente, se não tivermos preguiça mental, acredito que é possível transformar profundamente e para melhor este país, reduzindo o senhor Ventura à sua dimensão natural.

Não existe nenhuma fatalidade, há coisas que fazemos muito bem. Temos que colocar essa “habilidade” ao serviço do país. Temos de criar condições óptimas para as boas empresas e para os bons profissionais, ajudar quem tem mérito, criar uma verdadeira meritocracia social. A democracia social já não chega e vai acabar mal.

Se os moderados não fizerem o que tem que ser feito, alguém ocupará esse espaço. Chega de funambulistas.

 

“Não existe nenhuma fatalidade, há coisas que fazemos muito bem. Temos que colocar essa “habilidade” ao serviço do país. Temos de criar condições óptimas para as boas empresas e para os bons profissionais, ajudar quem tem mérito”

 

 

 

 

 

 

 

 Outras notícias - Opinião


Empréstimo »  2021-04-13  »  Hélder Dias

Sombra suspeita »  2021-04-13  »  Hélder Dias

Os 2,36 euros extra…ordinários - miguel sentieiro »  2021-04-10  »  Miguel Sentieiro

Num momento em que o sentimento generalizado sobre os chineses é de alguma desconfiança, preparo-me aqui para contrapor e dar uma oportunidade aos tipos. Eu sei que nos foram mandando com a peste bubónica, a gripe asiática, a gripe das aves, o corona vírus.
(ler mais...)


#torresnovas@weshallover.com - josé ricardo costa »  2021-04-10  »  José Ricardo Costa

É muito bom viver em Torres Novas mas também se sente o peso de estar longe do que de verdadeiramente moderno se passa no mundo, enfim, nada de #Me Too, Je suis Charlie Hebdo, vetustas estátuas transformadas em anúncios da Benetton.
(ler mais...)


Rever a revisão, já! - josé mota pereira »  2021-04-10  »  José Mota Pereira

 

 Recuemos no tempo. Entremos numa máquina do tempo e cliquemos no botão que nos leve até ao ano de 2001. Recordemos vagamente que em 2001:

 - Caíram as Torres Gémeas em Nova Yorque em 11 setembro.
(ler mais...)


Na era do ad hominem - jorge carreira maia »  2021-04-10  »  Jorge Carreira Maia

Quando a internet surgiu e, posteriormente, com a emergência dos blogues e redes sociais pensou-se que a esfera pública tinha encontrado uma fonte de renovação. Mais pessoas poderiam trocar opiniões sobre os problemas que afectam a vida comum, sem estarem controladas pelos diversos poderes, contribuindo para uma crescente participação, racionalmente educada, nos assuntos públicos.
(ler mais...)


Equilíbrio - inês vidal »  2021-04-10 

É e sempre foi uma questão de equilíbrio. Tudo. E todos o sabemos. O difícil é chegar lá, encontrá-lo, ter a racionalidade e o bom senso suficientes para o ter e para o ser. E para saber que o equilíbrio de hoje não é obrigatoriamente o de amanhã, muito menos o que era ontem.
(ler mais...)


As árvores morrem de qualquer maneira e feitio - carlos paiva »  2021-04-10  »  Carlos Paiva

Comemorou-se a 21 de Março o dia da floresta. O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) resolveu assinalar a data disponibilizando 50.000 árvores gratuitamente à população. Quem as quisesse plantar, teria de se identificar, inscrever, levantar a árvore (até um máximo de dez árvores por pessoa) e, num prazo de 48 horas, declarar o local onde plantou documentando com fotos.
(ler mais...)


Rejuvenescimento político - anabela santos »  2021-04-10  »  AnabelaSantos

Hoje, como acontece diariamente, no caminho de casa até à escola, lá se deu o habitual encontro matinal entre mim e o Ananias, o meu amigo ardina. Trocámos algumas palavras, comprei o jornal e seguimos por caminhos opostos que nos levam à nossa missão do dia, o trabalho.
(ler mais...)


O CRIT já não é de todos os torrejanos - joão carlos lopes »  2021-04-08  »  João Carlos Lopes

Durante décadas, todos os torrejanos ajudaram no que puderam o CRIT, uma obra social que granjeou a estima de todos os cidadãos e empresários, e foram muitos, que sempre disseram sim a todas e quaisquer formas de ajuda em prol da aventura iniciada em 1975.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2021-04-08  »  João Carlos Lopes O CRIT já não é de todos os torrejanos - joão carlos lopes
»  2021-03-23  »  João Carlos Lopes Peixes e pombos ou a civilização a andar para trás - joão carlos lopes
»  2021-03-20  »  José Ricardo Costa A Rosa do Nome - josé ricardo costa
»  2021-03-20  »  Jorge Carreira Maia A arte do possível - jorge carreira maia
»  2021-04-10  »  Miguel Sentieiro Os 2,36 euros extra…ordinários - miguel sentieiro