• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Segunda, 14 Junho 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Qui.
 23° / 15°
Céu nublado com chuva fraca
Qua.
 29° / 17°
Céu nublado
Ter.
 35° / 17°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  32° / 17°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

O Partido Republicano (1)

Opinião  »  2014-10-03  »  Gabriel Feitor

É a primeira vez que colaboro com um periódico. Saúdo-vos, leitores e interessados na história local. Ao longo do tempo, tenho desenvolvido trabalho de investigação sobre a história de Alcanena e do seu actual termo. Apresento hoje uma introdução ao estudo que irá ser publicado semanalmente nesta crónica do Jornal Torrejano, acerca do impetuoso início do Partido Republicano Português (PRP) em Alcanena. Iremos ainda abordar a sua acção na localidade, assim como nas freguesias que viriam a formar o município em 1914.

Para enquadramento, teremos de abordar esta questão e reportá-la a um quadro nacional e internacional. Numa perspectiva conceptual, o século XIX foi o século do liberalismo – revoluções liberais defendidas por uma burguesia que se serviu da média e pequena burguesia urbana e rural, predominando o conceito de liberdade. O Partido Socialista Português (PSP), filiado na Internacional Socialista, é fundado em 1875. O PRP, conivente com acções do Partido Progressista e do PSP, foi fundado no ano subsequente, prevalecendo no seu ideário o conceito da igualdade. O PRP foi um partido de massas, tendencialmente burguês, mas aberto a todas as classes, com o objectivo de alcançar uma forte adesão.

O quadro em que Alcanena se insere durante esse período é curioso. Começa a preponderar, peculiarmente no período da Regeneração, uma elite de proprietários, negociantes e industriais na vida política do concelho. A sua influência nos principais órgãos de administração – câmara, administração do concelho, regedoria, julgado de paz, junta de paróquia, entre outros – protagonizada pelo rotativismo entre Regeneradores e Progressistas, é notada, na maioria dos acontecimentos e atitudes tomadas pelos alcanenenses, por um sentimento de autonomia perante a sua sede municipal. O que explica o boom das gentes de Alcanena na sociedade torrejana e nas várias mudanças já conhecidas? O quadro económico em que se vivia, devido à conjuntura internacional, explica-o. Segundo Oliveira Martins, a Regeneração foi o «o nome português do capitalismo».1

Voltaremos ao assunto, com os antecedentes e percursores do PRP em Alcanena.

1 MARTINS, Oliveira – Portugal Contemporâneo, Lisboa, Guimarães Editores, 1986. Vol. 2, p. 240.

 

 

 Outras notícias - Opinião


Liberal social… »  2021-06-14  »  Hélder Dias

O sabichão »  2021-06-04  »  Hélder Dias

Torres Novas somos nós - inês vidal »  2021-06-04  »  Inês Vidal

Avançamos por aí adentro para um ano de eleições autárquicas. Decidimos o futuro da nossa porta, aquele que está logo ali, mais perto, no imediato, que dita a nossa qualidade de vida assim que colocamos o pé fora da nossa casa.
(ler mais...)


P’la nossa saúde - antónio gomes »  2021-06-04  »  António Gomes

Os médicos de família e os centros de saúde são ou devem ser a base do Serviço Nacional de Saúde. É a proximidade entre os profissionais de saúde e a população que garante a boa qualidade do serviço, do atendimento a todo o tipo de cuidados prestados.
(ler mais...)


O rio Alnova e a nascente do Remonda - carlos paiva »  2021-06-04  »  Carlos Paiva

Os últimos dias destacaram-se por uma movimentação agitada de coisas irrelevantes a acontecer. Apenas duas, elegíveis ao patamar de interessante. Ambas, de iniciativa individual e no campo dos áudio-visuais. O que, só por acontecer em Torres Novas e/ou pela mão de torrejanos, conjecturo a prova de obstáculos que deve ter sido todo o processo.
(ler mais...)


Os ingleses, o PSD, o Brasil e a senhora Merkel - jorge carreira maia »  2021-06-04  »  Jorge Carreira Maia

A invasão inglesa. Depois da impotência no controlo nos festejos dos adeptos sportinguistas, tivemos agora direito à invasão inglesa, motivada também pelo futebol. Adeptos do Chelsea e do Manchester City acharam por bem eximir-se ao cumprimento das regras a que os cafres estão sujeitos.
(ler mais...)


Chega... de birras »  2021-05-31  »  Hélder Dias

A democracia é uma chata! - antónio gomes »  2021-05-30  »  António Gomes

O governo está a despejar carradas de dinheiro nas autarquias, porque é preciso garantir a vitória dos seus nas próximas eleições e porque o dinheiro do 2020 não foi aplicado atempadamente. Agora, é preciso aproximar-se de valores de concretização que não nos envergonhem.
(ler mais...)


Astrazeneca: não me peçam a decisão - inês vidal »  2021-05-30  »  Inês Vidal

Somos, desde muito cedo, chamados à responsabilidade pelo tanto que fazemos. Se somos obesos é porque comemos de mais, se temos cancro de pulmão deve-se aos maus hábitos que promovemos, se somos presos, foi porque cometemos um crime.
(ler mais...)


Os festejos do Sporting e a governação socialista - jorge carreira maia »  2021-05-30  »  Jorge Carreira Maia

 

Perante o espectáculo das comemorações, em tempo de pandemia, da vitória do Sporting no campeonato de futebol, não faltou quem estabelecesse analogia entre esse acontecimento e aquilo que se passou no Natal.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2021-06-04  »  Inês Vidal Torres Novas somos nós - inês vidal
»  2021-06-04  »  Hélder Dias O sabichão
»  2021-05-31  »  Hélder Dias Chega... de birras
»  2021-05-30  »  Inês Vidal Astrazeneca: não me peçam a decisão - inês vidal
»  2021-05-30  »  Carlos Paiva Vai subir? - carlos paiva