• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Terça, 28 Maio 2024    •      Directora: Inês Vidal; Director-adjunto: João Carlos Lopes    •      Estatuto Editorial    •      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 37° / 18°
Céu limpo
Qui.
 34° / 15°
Céu limpo
Qua.
 31° / 14°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  31° / 13°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

2032: a redenção do Planeta - jorge cordeiro simões

Opinião  »  2024-02-22  »  Jorge Cordeiro Simões

 

 


O dia 5 de Fevereiro de 2032, em que o Francisco Falcão fez 82 anos - aos quais nunca julgara ir chegar -, nasceu ainda mais frio do que os anteriores e este Inverno parecia ser nisso ainda pior que os que o antecederam, o que contribuiu para que cada vez com mais frequência ele se fosse deixando ficar na cama até mais tarde e neste dia festivo só de lá iria sair depois do meio-dia. O filho viera na véspera trazer-lhe como prenda de anos um pacote quase meio de massa do tipo cotovelinho de que ele muito gostava e um pão de mistura fatiado, coisas que se tinham vindo tornando cada vez mais valiosas e que ele iria usar com muita parcimónia, congelando a maior parte do pão para que durasse para os próximos quatro ou cinco dias.

Decidiu que quando se levantasse iria fazer uma das comidas que na situação actual é das suas preferidas, sendo simples e tanto mais quanto de menos ingredientes se dispuser: num tacho de tamanho familiar para dar para alguns dias, iria usar uma chávena grande cheia daquela massa, começando por pôr o mesmo no fogão com cinco ou seis chávenas de água e uma pitada de sal. Quando a água começasse a ferver despejaria lá a chávena da preciosa massa, juntando um pouco de concentrado de tomate da bisnaga que lhe restava, daquelas com que se abastecera mais de quatro anos atrás e que - tal como fizera com muitas latas de diversas conservas e outras preciosidades, que previra suficientes para o resto da sua vida, mantinha no frigorífico para, segundo os seus critérios, lhes prolongar os prazos de validade. Juntaria depois um pouco da manteiga que lhe restava, dois dentes de alho, uma cenoura, duas batatas e um piripiri tudo da sua produção e devidamente picados. Mais tarde e mexendo sempre, juntaria três ovos dos que as suas quatro galinhas lhe iam dando. Quando tudo estivesse cozido tiraria do lume e juntaria as três fatias de pão para esse efeito já desfeitas em bocadinhos, bem como os coentros do seu canteiro bem picados. E assim ficaria pronto o seu manjar de ensopado de massa com ovo que, com alguma fruta do seu quintal lhe haveria de servir de alimento naquele seu dia aniversário, bem como nos dias seguintes à razão de dois pratos de sopa em cada dia.

Os tempos agora eram de extrema escassez de alimentos, supondo ser graças a esta escassez que perdera os quase trinta quilos em excesso de peso que carregava cinco anos atrás, o que acreditava lhe prolongara a vida até ao presente, além de o fazer sentir-se muito mais leve e até mais ágil para tratar da horta e das galinhas.

Para além desse benefício, quando se punha a pensar na vida o Francisco concluía ser um privilegiado, porque após tanta mortandade, dos amigos e conhecidos do seu tempo já poucos restavam, alguns deles levados por problemas relacionados com a escassez. A fome e as suas sequelas tinham ceifado grande parte da população não só no país, mas em muito maior escala por todo o mundo, incluindo o quase sumiço de tudo o que era no passado animal de companhia, sacrificado na luta pela vida dos seus possuidores. Foi assim atingido o objectivo de poderosas organizações mundiais, relativo à redução drástica da população do planeta que em menos de quatro anos se reduziu em mais de dois mil milhões, dos quais apenas uma parte reduzida resultou das terríveis guerras que foram devastando o planeta. As grandes fomes tiveram maior impacto e consequências nas regiões mais pobres de África, América do Sul, Caraíbas e em vastas regiões do continente asiático, tudo regiões onde a devastação continuava em bom ritmo.

Sim! Contrariamente ao de início previsto e desejado pelos cidadãos acomodados, a indomável juventude que no início dos anos vinte tomara muito a sério sobre os seus ombros a luta pela salvação do planeta, do ambiente e do clima, conseguira triunfar nos seus nobres objetivos. Estes jovens, de início só ligados à chamada extrema esquerda, foram sendo cada vez em maior número e mais aguerridos, acabando por impor com notável rapidez a sua agenda que, entre outras medidas e em apenas três anos, levou todos os meios de transporte terrestre baseados em combustíveis fósseis a saírem de circulação, impôs o fim da utilização de fertilizantes não naturais e de agro-químicos, drásticas limitações na exploração e criação pecuária e piscícola, a proibição da utilização de quaisquer tipo de químicos nas rações para alimentação de toda a produção animal, entre muitas outras limitações e regulamentações restritivas, como que foi possível conseguir reduzir para menos de metade a produção agro-alimentar.

O resultado da queda repentina da produção e da corrida ao açambarcamento ocorrida no início do processo, foi a rápida subida dos preços para níveis muito acima do que a maioria da população pode suportar, sem que as margens de lucro na produção, na logística e na distribuição se tenham reduzido, aliás bem pelo contrário por conta da enorme procura.

À semelhança de grande parte das pessoas e prevendo o que iria acontecer, o Francisco precaveu-se com as reservas que pôde, situação que à escala do planeta ajudou a acelerar e a tornar dramáticos a escassez e o aumento dos preços. À falta e aos preços especulativos dos artigos de primeira necessidade, juntaram-se por todo o mundo enormes legiões de desempregados, o que causou a falência das estruturas de apoio social e dos fundos de pensões, causando absoluta a falta dos recursos suficientes para garantir alimentos por parte da maior parte da população e com isso fomes generalizadas, instabilidade geral, insurreições, mais guerras, muitos mais regimes autoritários, mais privação de liberdades. Em resumo, o colapso geral da economia mundial.

Mas o ambiente natural no planeta fora preservado, a epidemia de obesidade que por todo o mundo vinha alastrando nas décadas anteriores foi ultrapassada e, se é certo que o clima se alheou de todo este esforço continuando a evoluir naturalmente, agora ao que parecia no sentido do arrefecimento, outro benefício conseguido foi a abundância de eletricidade e o seu reduzido custo que facilita a sua utilização no aquecimento das habitações, por quem ainda detém um mínimo de recursos para o poder fazer.

Tinha triunfado o bom senso e com isso o planeta tinha sido salvo.

 

 

 

 Outras notícias - Opinião


Gerações de traidores - acácio gouveia »  2024-05-25  »  Acácio Gouveia

“Antigamente, quando o vale do Kusun estava coberto de floresta, havia ali muitas martas-zibelinas. Agora é desértico.”

Vladimir Arseniev in ´Dersu Uzala

 As acções dos jovens activistas que protestam contra as alterações climatéricas estão na ordem do dia.
(ler mais...)


Renova, que queres tu? - antónio gomes »  2024-05-25  »  António Gomes

Mais um ‘Dia da Espiga’, mais um dia de convívio na nascente do rio Almonda, mais um dia de intimidação e prepotência perpetrados pela empresa Renova.

O Ministério Público acabou de arquivar os processos movidos contra 12 cidadãos que o ano passado tiveram a “desfaçatez” de ir assinalar o Dia da Espiga, exactamente no mesmo local onde gerações anteriores sempre o fizeram.
(ler mais...)


Reflexões sobre a posse da água - antónio mário santos »  2024-05-25  »  António Mário Santos

 

Passadas as comemorações do 50.º Aniversário do 25 de Abril, sobreveio a festa pagã da enunciação da Primavera, que a religião cristã transformou na 5ª feira da Ascensão de Cristo ao céu que é, nas cidades e vilas urbanas de significativo peso rural, feriado municipal.
(ler mais...)


O desafio à ordem liberal - jorge carreira maia »  2024-05-25  »  Jorge Carreira Maia

Assistimos, nos dias de hoje, ao maior desafio que, desde o fim da Segunda Guerra Mundial, foi colocado à cosmovisão liberal. Esta visão do mundo não diz respeito apenas à economia. Ela é, fundamentalmente, uma perspectiva assente nos direitos individuais e em regimes pluralistas.
(ler mais...)


Todos os Nomes - josé ricardo costa »  2024-05-25  »  José Ricardo Costa

O tamanho importa? Bom, se nalguns campos as opiniões se dividem, outros há que são consensuais, como o tamanho dos nomes de pessoas. Importa, sim, desde logo na Roma Antiga: enquanto um homem podia ter três nomes, a mulher só tinha direito a um, ainda por cima variante do nome do pai (Hortênsia seria filha de Hortensius).
(ler mais...)


Insana Casa… »  2024-05-06  »  Hélder Dias

25 de Abril e 25 de Novembro - jorge carreira maia »  2024-05-05  »  Jorge Carreira Maia

Por que razão a França só comemora o 14 de Julho, o início da Revolução Francesa, e não o 27 ou 28 de Julho? O que aconteceu a 27 ou 28 de Julho de tão importante? A 27 de Julho de 1794, Maximilien Robespierre foi preso e a 28, sem julgamento, foi executado.
(ler mais...)


O miúdo vai à frente »  2024-04-25  »  Hélder Dias

Família tradicional e luta do bem contra o mal - jorge carreira maia »  2024-04-24  »  Jorge Carreira Maia

A publicação do livro Identidade e Família – Entre a Consistência da Tradição e os Desafios da Modernidade, apresentado por Passos Coelho, gerou uma inusitada efervescência, o que foi uma vitória para os organizadores desta obra colectiva.
(ler mais...)


Caminho de Abril - maria augusta torcato »  2024-04-22  »  Maria Augusta Torcato

Olho para o meu caminho e fico contente. Acho mesmo que fiz o caminho de Abril. O caminho que Abril representa. No entanto, a realidade atual e os desafios diários levam-me a desejar muito que este caminho não seja esquecido, não por querer que ele se repita, mas para não nos darmos conta, quase sem tempo de manteiga nos dentes, que estamos, outra vez, lá muito atrás e há que fazer de novo o caminho com tudo o que isso implica e que hoje seria incompreensível e inaceitável.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2024-05-06  »  Hélder Dias Insana Casa…
»  2024-05-05  »  Jorge Carreira Maia 25 de Abril e 25 de Novembro - jorge carreira maia
»  2024-05-25  »  José Ricardo Costa Todos os Nomes - josé ricardo costa
»  2024-05-25  »  Acácio Gouveia Gerações de traidores - acácio gouveia
»  2024-05-25  »  Jorge Carreira Maia O desafio à ordem liberal - jorge carreira maia