• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 17 Agosto 2022    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 39° / 21°
Céu limpo
Sex.
 38° / 21°
Céu limpo
Qui.
 34° / 15°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  27° / 16°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Mia Couto, sexta, nos 85 anos da Biblioteca-Museu de Torres Novas

Cultura  »  2022-06-14 

“Literatura e Ecologia, modos de ler o que está à nossa volta” é o tema da sessão que a Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes promove sexta, dia 17 de Junho, a partir das 21 horas, com o escritor moçambicano Mia Couto. Um olhar atencioso sobre estas duas linguagens, numa conversa improvável com moderação da jornalista Maria João Costa, destinada ao público em geral e com entrada livre, por ocasião dos 85 anos da Biblioteca-Museu de Torres Novas.

Mia Couto nasceu na Beira, Moçambique, em 1955. Foi jornalista e professor, e é, actualmente, biólogo e escritor. Está traduzido em diversas línguas. Entre outros prémios e distinções (de que se destaca a nomeação, por um júri criado para o efeito pela Feira Internacional do Livro do Zimbabwe, de Terra Sonâmbula como um dos doze melhores livros africanos do século XX), foi galardoado, pelo conjunto da sua já vasta obra, com o Prémio Vergílio Ferreira 1999 e com o Prémio União Latina de Literaturas Românicas 2007. Ainda em 2007, Mia foi distinguido com o Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pelo seu romance O Outro Pé da Sereia. Em 2011 venceu o Prémio Eduardo Lourenço, que se destina a premiar o forte contributo de Mia Couto para o desenvolvimento da língua portuguesa. Em 2013 foi galardoado com o Prémio Camões e com o prémio norte-americano Neustadt. Em 2020 foi galardoado com o Prémio Jan Michalski de Literatura, atribuído anualmente pela Fundação suíça Jan Michalski.

Capaz de aliar assuntos que vão desde a medicina à ecologia, da biologia à poesia, da prosa à política, é reconhecido internacionalmente pela qualidade de sua literatura e divide o seu tempo entre os livros, o estudo dos ecossistemas, as responsabilidades como consultor ambiental e uma imensa curiosidade sobre como o ser humano se conecta com tudo o que o rodeia.

A Biblioteca e Museu Municipais, criados por Gustavo Pinto Lopes, foram inaugurados em 1937 no edifício municipal do Largo dos Combatentes. Atualmente localizada no Jardim da Fontinha, a Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes dispõe de Sala do Conhecimento, Fundo Antigo, Sala Infantil, Hemeroteca, Multimédia, Audiovisuais, Sala Polivalente, Auditório, Serviço de

Apoio a Bibliotecas Escolares (SABE), Eventos e Extensão Cultural, Recursos Braille (106 obras, PC com linha braille e display braille). Integra a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e é biblioteca associada da Comissão Nacional da UNESCO.

 

 

 Outras notícias - Cultura


Fatias de Cá regressam à Destilaria com peça “Viriato” e pedem figurantes »  2022-08-16 

A companhia de teatro Fatias de Cá está a preparar o regresso à Destilaria da Brogueira, Torres Novas, com a peça “Viriato”, estando a companhia à procura de figurantes que queiram participar no espectáculo “em regime de voluntariado”.
(ler mais...)


“Valadores de Riachos”: um livro de José Manuel Martins »  2022-07-27 

Foi lançado no dia 21, no âmbito do programa cultural festa da Bênção do Gado, e para já em formato digital, o livro “Valadores de Riachos”, da autoria de José Manuel Martins, dedicado a uma profissão extinta há décadas mas outrora de grande importância: os valadores.
(ler mais...)


SENZA, dia 22, na matriz da Atalaia »  2022-07-14 

A igreja matriz da Atalaia (Barquinha) vai ser palco de um concerto do grupo SENZA, no próximo dia 22 de Julho, pelas 22 horas, com entrada livre. Os SENZA, são formados por Catarina Duarte e Nuno Caldeira. Com o seu primeiro disco (disco Antena 1), conquistaram mais de 100 palcos na Índia, EUA, China, Timor, Brasil, México, e algumas dezenas na Europa e África.
(ler mais...)


Iniciativa do Fórum Ribatejo e do IPS: Prémio História e Etnografia dos Avieiros »  2022-07-13 

 

 Para já, sabe-se que é um prémio de investigação a ser atribuído pelo Instituto Politécnico de Santarém e o Fórum Ribatejo, com recolha de textos inéditos até fins de 2024 e que os trabalhos serão submetidos à avaliação de uma Comissão Cientifica.
(ler mais...)


Cem Soldos Tomar, entre 12 e 15 de Agosto Bons Sons regressa com um grande cartaz »  2022-07-05 

Aldina Duarte, Lena d’Água, Rui Reininho, Sebastião Antunes e Bernardo Fachada são alguns dos nomes mais sonantes, mas projectos como Siricaia, Omiri ou Criatura compõem um programa que promete um grande regresso.

Após dois anos de paragem, devido à pandemia, o Bons Sons regressa para marcar o calendário da programação de festivais portugueses.
(ler mais...)


SANTARÉM: programação de verão com dezenas de eventos na cidade e nas freguesias »  2022-07-05 

 

A programação cultural de verão em Santarém arrancou no sábado, no Largo do Seminário, com o festival de folclore “Da aldeia à cidade”, prolongando-se até 23 de Setembro, com dezenas de eventos na cidade e nas freguesias.
(ler mais...)


Pauliana V. Pimentel em Tomar na casa dos Cubos »  2022-07-05 

 

 

Está patente, até 4 de Setembro, no CEFT – Casa dos Cubos, Tomar, a 3ª exposição do 2.º Ciclo de Exposições em Fotografia e Território, intitulada “Narcisismo das Pequenas Diferenças”, de Pauliana V.
(ler mais...)


Árgea: “Danças de Roda ou Cantigas no Terreiro” apresentado este sábado »  2022-06-21 

Armando Ramos é o autor de “Árgea – Danças de Roda ou Cantigas no Terreiro”, livro que será lançado em Árgea, no dia 25 de Junho, às 16h.

O livro é o resultado de uma recolha de cantigas das danças de roda “que eram cantadas na época carnavalesca no Terreiro de Santa Marta, em Árgea, muito antes de 1940, mas relatadas pelas pessoas que as cantaram de 1940 a 1980 nesta localidade, o que contribui para o conhecimento e a preservação do património artístico e cultural desta aldeia”, diz o autor.
(ler mais...)


“O Moinho da Fonte e a indústria do papel em Torres Novas [A Renova]", de João Carlos Lopes, apresentado sábado, dia 25 »  2022-06-19 

“O Moinho da Fonte e a indústria do papel em Torres Novas [A Renova]", de João Carlos Lopes, vai ser apresentado sábado, dia, 25, no auditório da biblioteca municipal, pelas 16 horas. O livro pretende resgatar a imagem e a memória do Moinho da Fonte, a mais bela povoação que o concelho de Torres Novas jamais teve, e conta o processo histórico que levou à demolição do seu núcleo antigo.
(ler mais...)


ArtSpace João Carvalho: primeira exposição de Heitor Chichorro »  2022-06-14 

No próximo dia 18 de Junho, sábado, pelas 16h, o artista plástico e professor, Heitor Chichorro (1944, Torres Vedras), inaugura a exposição “Tágides”, no ArtSpace João Carvalho, em Alcanena.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 30 dias)
»  2022-07-27  “Valadores de Riachos”: um livro de José Manuel Martins
»  2022-08-16  Fatias de Cá regressam à Destilaria com peça “Viriato” e pedem figurantes