• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sábado, 19 Janeiro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Ter.
 13° / 5°
Céu nublado
Seg.
 13° / 5°
Períodos nublados
Dom.
 15° / 8°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  15° / 6°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Operação de Reabilitação Urbana (ORU): PSD espera pouco do programa socialista e abstém-se

Sociedade  »  2017-12-06 

Plano vai agora à assembleia municipal

“Votar esta operação de reabilitação sistemática da ARU de Torres Novas – Centro Histórico quase no último dia possível, faz com que qualquer discussão sobre este tema não possa ser, agora, muito séria”, diz o PSD em comunicado, a respeito do tema, que foi presente a uma recente reunião extraordinária da câmara de Torres Novas.

Os social-democratas salientam que passaram já mais de 8 anos após a publicação do Regime Jurídico da Reabilitação Urbana (Dec. Lei 307/2009, equivalentes a pelo menos 2 mandatos autárquicos de exercícios PS em Torres Novas e em que após muita obra feita, “foi-se vendo o património e o edificado urbano a do centro histórico a degradar-se oito anos sem uma estratégia eficaz, objectiva e integrada ao invés de obras esporádicas e sem desígnio ou interesse verdadeiramente atendível (Praça dos Claras e antigo Mercado)”.

Refere o PSD que no documento que enquadra a ORU “não se percebe exactamente o que queremos que seja o centro histórico daqui a 5, 10 ou 15 anos, período de vigência da operação”. “São vários os projectos, alguns deles em edifícios que se encontram no domínio público há mais de uma dezena de anos. Nem todos com sentido, uns mais necessários, outros menos, mas também um conjunto de ideias que nem sequer são projectos, descrições repetidas e tão genéricas que só podem indicar falta de ideias e pouca intenção de concretização”, critica o partido da oposição.

O PSD diz que esperava “analisar projectos e acções que se enquadrassem numa modalidade de intervenção que fosse além dos programas tradicionais de preservação, voltada para não só para o restauro de edifícios históricos mas também para a recuperação de imóveis privados; para as obras de requalificação de logradouros públicos e da orla fluvial do rio Almonda, intervenções em praças (entenda-se ideias que rasgassem a cidade, com a criação de uma ou mais praças no centro histórico, uma ideia nova de funcionamento do antigo mercado, e porque não projectos visando o desenvolvimento de habitação social, ou de intervenção (especifica) ao nível da mobilidade no centro histórico”.

Esperava-se deste documento da maioria socialista uma outra abordagem, defende o PSD, “uma maior assertividade e uma criatividade que dignificasse no mínimo tanto tempo de estudo. Mas a questão das ruínas e da segurança pública devem ser a prioridade das prioridades. O município não vai conseguir resolver todos os casos de Ruinas, mas tem de ter um plano para ir actuando”.

O partido laranja conclui admitindo que não está muito crente nos resultados deste processo, não podia votar contra, primeiro porque junto ao prazo final para a aprovação, poderia estar a contribuir para prejudicar todos os munícipes que ainda vão investindo no centro histórico, importando salientar que o centro histórico de Torres Novas está mesmo em ruína, pelo que, por pouco objectiva que sejam as medidas, “importa fazer alguma coisa, quanto mais não seja incentivando os privados a investir, proporcionando-lhes no mínimo dos mínimos incentivos fiscais”. O PSD absteve-se na votação do documento da ORU, que vai agora ser presente à assembleia municipal de Torres Novas.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas: regressão demográfica ameaça coesão do concelho como a conhecemos »  2019-01-17 

Até aqui pensava-se que Torres Novas iria resistir à regressão demográfica, já clara há uns anos, de concelhos como Tomar e Abrantes, com grandes zonas “rurais”, para não falar de outros cujo cenário é catastrófico.
(ler mais...)


Morreu Joaquim da Silva Lopes (actualizada e corrigida) »  2019-01-17 

Funeral realiza-se amanhã, sábado, com saída da casa mortuária de Torres Novas às 15 horas para o cemitério municipal, onde decorrerá pequena cerimónia às 15h30. Velório é amanhã, sábado, a partir das 9 horas da manhã.
(ler mais...)


Constância: mais de 100 mil euros para criar espaço multiusos no centro da vila »  2019-01-14 

Estão a decorrer obras de remodelação do Largo Cabral Moncada, no centro de Constância, com o objectivo de o transformar num espaço multiusos, informou a câmara municipal em comunicado. Na mesma informação prestada pelo município, lê-se que a solução encontrada foi objecto de uma “reflexão cuidada” e a ideia é transformar aquele ermo num novo “cartão de visita”.
(ler mais...)


Alcanena: antigo “kalifa” subiu ao palco do São Pedro »  2019-01-11 

O Cine-Teatro São Pedro recebeu, no dia 5 de Janeiro, com casa cheia, o concerto de Ano Novo pela filarmónica da Sociedade Musical Mindense, dirigida pelo maestro João Carlos Roque Gameiro. O concerto contou com a participação de três gerações de percussionistas: Rui Venâncio, Isaac Achega e José Pedro Menezes.
(ler mais...)


Águas do Ribatejo reforça abastecimento no concelho de Torres Novas »  2019-01-11 

Ampliação do reservatório do Cerejal custa cerca de um milhão de euros e vai aumentar cinco vezes a reserva de água para a cidade e lugares envolventes

 As obras de construção de duas novas células junto do reservatório do Cerejal, em Torres Novas, estão em curso, prevendo-se que a empreitada esteja concluída no último trimestre de 2019.
(ler mais...)


Barquinha: Ilha de Almourol requalificada para acolher melhor os visitantes »  2019-01-10 

Os mais de 70.000 visitantes anuais do castelo de Almourol, concelho de Vila Nova da Barquinha, tem agora melhores condições de segurança e conforto para visita ao monumento nacional como fim das obras de valorização e arranjo paisagístico da ilha, esclarece uma nota da autarquia.
(ler mais...)


Rodoviária do Tejo: sindicatos anunciam greve para amanhã »  2019-01-02 

Segundo uma nota da estrutura distrital da CGTP, vai ter lugar amanhã, dia 3 de Janeiro, com prolongamento até ao final do dia 4, a greve dos trabalhadores das empresas Rodoviária do Tejo e Rodoviária do Lis.

A complementar esta forma de luta, diz a CGTP, estão a ser organizados pelo Sindocato dos Transportes, sindicato afecto à CGTP-IN, piquetes de greve nas principais filiais de ambas as empresas no distrito de Santarém, adiantando que os trabalhadores vão deslocar-se para a sede do Grupo Barranqueiro (Lisboa), onde se concentrarão em protesto.
(ler mais...)


Novo ano com fogo e luz em Torres Novas e na Chamusca »  2018-12-30 

A chegada do novo ano, em Torres Novas, vai ser assinalada na praça central da cidade, onde a partir das dez horas da noite deverá iniciar-se a animação musical. À meia-noite, as atenções vão estar viradas para o castelo, de onde será lançado fogo-de-artifício.
(ler mais...)


Torres Novas: Anonymous for the Voiceless vão estar na praça, amanhã »  2018-12-28 

Ligado a ideias ambientalistas e de defesa dos animais, com forte empenho na defesa de uma alimentação vegan (que rejeita a inclusão de produtos de origem animal), o grupo Anonymous for the Voiceless vai estar amanhã, sábado, pelas 15 horas, na praça 5 de Outubro, para uma acção de divulgação.
(ler mais...)


50 anos do Zeca em Lapas evocados em dois concertos na sexta à noite »  2018-12-26 

A passagem dos cinquenta anos do concerto de José Afonso nas grutas de Lapas (28 de Dezembro de 1968) vai ser assinalada em Torres Novas por duas iniciativas, no mesmo dia, à mesma hora.

O grupo LaFontinha tinha anunciado há mais de um ano e divulgado num semanário local, há cerca de três meses, a realização de um concerto para celebrar a efeméride, e era intenção do grupo realizá-lo exactamente nas grutas de Lapas.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-01-17  Morreu Joaquim da Silva Lopes (actualizada e corrigida)
»  2018-12-28  Torres Novas: Anonymous for the Voiceless vão estar na praça, amanhã
»  2018-12-30  Novo ano com fogo e luz em Torres Novas e na Chamusca
»  2019-01-02  Rodoviária do Tejo: sindicatos anunciam greve para amanhã
»  2019-01-10  Barquinha: Ilha de Almourol requalificada para acolher melhor os visitantes