• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Terça, 04 Outubro 2022    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sex.
 32° / 19°
Períodos nublados
Qui.
 32° / 15°
Períodos nublados
Qua.
 31° / 17°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  32° / 16°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Cristina Tomé reafirma: “Na Renova a precaridade é total e despedimentos assumem processos intimidatórios”

Sociedade  »  2022-08-01 

 Na reunião da assembleia municipal de Torres Novas do passado dia 27 de Julho, a eleita pela CDU Cristina Tomé reafirmou o que dissera há cerca de um mês e meio sobre a política de despedimentos da Renova.

Nessa reunião, a militante do PCP afirmara que “já desde há algum tempo que a Renova não contrata ninguém, aliás despede, utilizando formas muito pouco claras para o efeito”, denunciando que a empresa recorre a empresas de trabalho temporário para contratar trabalhadores.

“A estratégia da Renova é a de não ter trabalhadores a seu cargo, mas sim aproveitar apenas o fruto do trabalho, sem assumir qualquer responsabilidade, de trabalhadores sujeitos a uma precariedade atroz”, dizia ainda Cristina Tomé.

Agora, na reunião de 27 de Julho, o pretexto para Cristina Tomé voltar a falar do assunto foi o mail enviado pela empresa ao presidente da assembleia municipal, José Trincão Marques, a defender-se das declarações proferidas em Junho por Cristina Tomé, missiva essa que foi entendida como uma forma de pressão sobre a própria assembleia municipal, já que aquele órgão iria apreciar uma recomendação à Câmara Municipal para que se entendesse com a empresa com vista à retirada da vedação colocada à volta da barragem e para que a autarquia procedesse ao arranjo da estrada pública do Moinho da Fonte que vai até perto da nascente do rio Almonda.

Na sua carta enviada ao presidente da assembleia municipal, e que este divulgou por todos os membros da mesma, a Renova apresentava dados sobre a contratação de trabalhadores nos últimos anos e, não especificando se as contratações são feitas com vínculo jurídico-laboral à empresa ou se são contratações a empresas fornecedoras de mão-de-obra, afirma que tinha no final de 2018, 2019, 2020 e 2021, em todas as empresas do grupo em Portugal, respectivamente 656, 662, 669 e 672 empregados, sem especificar os dados relativos à fábrica de papel do Almonda adiantando que também, nos últimos 4 anos, em 2018, 2019, 2020 e 2021, para reforço do quadro e para compensar saídas e reformas em todas essas empresas, foram admitidas, respectivamente, 74, 78, 47, e 72 pessoas.

Diz a Renova que “presentemente existem, apenas, três empregados com contrato a termo”, e que “nos últimos 17 anos a Renova procedeu a um único despedimento, este na sequência de um processo disciplinar, aliás legitimado em tribunal, decorrente de assédio denunciado por colegas”.

Sobre as circunstâncias o envio do mail, pela empresa, Cristina Tomé diz que “nunca em 48 anos de democracia houve uma tomada de posição de qualquer empresa ou entidade privada motivada por uma intervenção política num órgão do poder local democrático como é a Assembleia Municipal. Isto é inédito nos anais das nossas autarquias”, e pretendia, considera a eleita da CDU, exercer pressão para que a posição dos membros da assembleia se modificasse.

Sobre a questão relativa aos trabalhadores, Cristina Tomé reafirmou que a política da empresa sediada na Zibreira “traduz-se na contratação de outras empresas exteriores, sendo estas que contratam os trabalhadores. A precariedade é total”, e que a Renova “é cada vez mais uma empresa que se afirma como uma empregadora por intermédio de outras empresas fazendo assim o que quer no que toca às relações de trabalho”.

Os despedimentos, “que actualmente assumem a designação eufemística de rescisões por mútuo acordo são conseguidos após processos intimidatórios que colocam os trabalhadores entre a espada e a parede”, remata a dirigente sindical.

[Na foto, o edifício construído pela empresa em cima do leito do rio Almonda em 1971, caso único no país]

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Fábrica Grande: CDU fala de amiguismos e rejeita clínica privada naquele espaço »  2022-09-23 

A CDU de Torres Novas entendemos que a Câmara fez bem em adquirir as antigas instalações da fábrica de Fiação e Tecidos, mas a sua ocupação, com a instalação dos projectos anunciados, levanta muitas preocupações aos comunistas.
(ler mais...)


CDU defende refeições feitas pelas escolas »  2022-09-21 

A Câmara decidiu atribuir mais uma vez, a confecção das refeições escolares a uma empresa privada para o ano lectivo de 2022/23 e, no entender da CDU, “continua a privilegiar o interesse privado em detrimento do interesse público”.
(ler mais...)


Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município »  2022-09-14 

Inédito: uma associação que acaba de fazer seis meses de existência e não mostrou qualquer trabalho, vai receber já 15 mil euros e mais 30 mil euros por ano do município, para além de instalações, para “desenvolver os produtos de Torres Novas”.
(ler mais...)


Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial »  2022-09-11 

 


Os profissionais de saúde do CHMT responderam a 99.306 episódios de urgência no acumulado dos oito primeiros meses do ano, um marco histórico que se traduz num crescimento de 35% (ou mais 25.501 episódios, em valor absoluto) face ao período homólogo de 2021, e revela um aumento de um por cento acima do valor registado em 2019, ano de referência assistencial do Serviço Nacional de Saúde, diz nota de imprensa do cento hospitalar.
(ler mais...)


Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz” »  2022-09-11 

Quim Roscas e Zeca Estacionâncio, Azeitonas e Ruizinho do Acordeão são os cabeça de cartaz

 Entre 9 e 11 de setembro, a vila de Ulme, no concelho da Chamusca, recebe a segunda edição do festival “Já Te Dou o Arroz”, numa organização conjunta da Câmara Municipal da Chamusca e da Junta de Freguesia de Ulme.
(ler mais...)


Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital »  2022-09-09 

Em nota de imprensa de ontem, dia 9 de Setembro, a câmara municipal de Torres Novas informa o público e os torrejanos que os novos Paços do Concelho já estão instalados no edifício do antigo hospital da Misericórdia.
(ler mais...)


Antigas instalações da Fiação poderão ser do Município: Fábrica Grande, um projecto para a próxima década e para muitos milhões de euros »  2022-08-28 

A confirmar-se a compra das antigas instalações da Companhia Nacional de Fiação e Tecidos, uma área de 30 mil metros quadrados em local privilegiado da cidade atravessado pelo rio Almonda, abre-se um mundo de possibilidades para dar corpo a um parque urbano que integre património e negócios, serviços e lazer.
(ler mais...)


Torres Novas: cinco mil euros para apoiar esterilização de cães e gatos »  2022-08-16 

 Termina no dia 15 de Setembro o prazo para entrega das candidaturas ao programa de apoio financeiro para esterilização de animais de companhia, no caso cães e gatos, machos e fêmeas. O município reservou para 2022 uma verba de cinco mil euros destinados ao reembolso financeiro que são de 87,50 euros para esterilização de cadelas, 75 euros para esterilização de cães, 50 euros para esterilização de gatas e 25 euros para esterilização de gatos.
(ler mais...)


Alcanena: Museu do Curtume conserva materiais »  2022-08-16 

Tiveram início, no dia 2 de Agosto, os trabalhos de conservação, higienização e desinfestação do espólio em madeira do Museu do Curtume. O edifício do museu alberga um espólio que conta a história e a própria evolução do saber-fazer e da indústria dos curtumes no concelho de Alcanena e que constitui um dos mais importantes testemunhos para a constituição do futuro núcleo museológico do “Projecto Couros”.
(ler mais...)


Fundação dá prémio ao melhor aluno admitido medicina »  2022-08-16 

A Fundação Maria Isabel e Renato Gameiro atribui, a partir de 2022 e com carácter anual, o prémio “Dr. Renato Gameiro”, no valor pecuniário de 1.500 euros, ao aluno que seja admitido no curso de medicina com a melhor classificação.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2022-09-14  Associação com seis meses vai receber, para já, 45 mil do município
»  2022-09-09  Câmara já mudou para o edifício do antigo hospital
»  2022-09-11  Hospitais do CHMT reforçam actividade assistencial
»  2022-09-11  Ulme recebe o festival “Já Te Dou o Arroz”
»  2022-09-21  CDU defende refeições feitas pelas escolas