• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Domingo, 18 de Novembro de 2018
Pesquisar...
Qua.
 14° / 8°
Períodos nublados com chuva fraca
Ter.
 16° / 8°
Períodos nublados com chuva fraca
Seg.
 16° / 11°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  18° / 11°
Céu muito nublado com chuva moderada
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Futebol: “clássico” do distrito acabou empatado, com Sudesh em grande destaque

Sociedade  »  2018-11-04 

Campeonato Distrital da 1.ª divisão da AFS
Estádio Municipal de Tomar, 4 de Novembro de 2018

“Clássico” do distrito acabou empatado, com Sudesh em grande destaque

UFCIT: Nuno Ribeiro; David Vieira, Diego (45` Faustino), Kiko, Nuno Rodrigues, Telmo Ferreira, Pires, Rafael, Diogo Pereira (85` Alex), Alan, Rui Lopes (85` Natividade). Suplentes: Mahau, Alex, Faustino, A. Lopes, Natividade. Treinador: Lino Freitas.
CD TORRES NOVAS: Nabais, Fábio Timor, Sudesh, Dani, Tiago Vieira, Pedro Pereira, Joel, Dinis, Ricardo Major (65` Sérgio), Júlio Batista, Micael (65` Soma). Suplentes: Quaresma, Xico, Soma, Sérgio, A. Pedro, Dinis. Treinador: Nando Costa.

União de Tomar e CD Torres Novas fizeram jus àquele que é o maior clássico distrital, numa tarde que se antevia difícil para a prática do futebol: frio, chuva e algum vento, que fizeram aconchegar todos os espectadores à desabrida bancada do “municipal” de Tomar.

O União partia confortável para esta partida, enquanto o Torres Novas, no fundo da tabela e depois de uma derrota frente ao Riachense para a Taça, lambia feridas já abertas depois do empate caseiro diante do Marinhais. E este jogo seria o tudo ou nada para os amarelos: a derrota atirava a esquipa para um lugar sombrio, um resultado positivo poderia fazer renascer as aspirações de um campeonato tranquilo.

Começou melhor o União de Tomar, com um futebol mais vivo e dinâmico, assente em tabelas curtas, rápidas e verticais, remetendo o Torres Novas para zonas recuadas do seu campo, mas sempre atento ao último passe com perigo dos nabantinos. E começava a despontar, em jogo jogado, uma figura que marcaria esta partida: Sudesh.

Os amarelos foram acertando as marcações e enredaram os tomarenses numa teia cada vez mais impenetrável, ao mesmo tempo tempo que emprestavam energia, entusiasmo e força ao seu jogo: dir-se-ia que não era a mesma equipa que fez um jogo apenas razoável frente ao Marinhais.

É verdade que, muitas vezes, é o adversário que faz a outra equipa, e pode dizer-se que a melhor formação dos unionistas acicatou os torrejanos: de repente, estávamos diante de uma grande partida de futebol, com contra-ataques repartidos, lançamentos de ruptura, grande vivacidade e jogo positivo de ambos os lados. O União foi mais vezes às linhas defensivas do Toprres Novas, desenhou melhores ataques mas, a pouco e pouco, os torrejanos foram-se equiparando aos da casa e o jogo nem parecia do distrital.

E não admira que, à passagem dos 30 minutos, fosse o Torres Novas a estar de perto de marcar, com Ricardo Major, isolado e com a baliza à sua mercê, a não cabecear da melhor maneira na sequência de um canto marcado no lado direito.

Faltava ao Torres Novas a geometria de ataque dos últimos metros, é verdade, e a acutilância de uma avançado eficaz, apesar do enorme esforço de Micael, grande na luta, e de Major. Mas sobrava aos amarelos uma linha defensiva onde a experiência de Pereira veio trazer tranquilidade e classe, num conjunto em que Dani, Dias, e Timor estiveram em grande nível, mas em que Sudesh foi gigante em classe, determinação e entrega ao jogo: o veterano atleta encheu o campo com uma exibição notável, cortando tudo o que havia para cortar, arrumando o jogo defensivo e colaborando nos lançamentos de ataque da equipa. Foi o homem do jogo.

A segunda parte decorreu na mesma toada e o Torres Novas entrou mais confiante, depois do que tinha feito na primeira metade. Não houve supremacia nabantina visível no segundo tempo, o jogo foi mais equilibrado e qualquer das equipas poderia ter marcado nas várias oportunidades com que cada uma contou.
É justo dizer que o União de Tomar rematou mais, atacou mais vezes e tomou o jogo nas suas mãos durante mais tempo do que os amarelos: mas estes foram grandes na resposta, cresceram à medida que o jogo se ia desenvolvendo e acabaram por fazer esquecer a ideia inicial de que os nabantinos eram os favoritos da partida.

Adivinhava-se o empate e, na verdade, faltaram os golos num jogo que engrandeceu as duas equipas e o futebol distrital, dirigido por uma equipa de arbitragem que realizou um trabalho exemplar.


NOTAS

Época após época, vai-se dizendo o que já foi dito dezenas de vezes por companheiros de outros órgãos de comunicação regional: é imperdoável que num estádio de uma cidade como Tomar não haja um sítio minimamente decente para que seja feito o trabalho de reportagem.

Por outro lado, e neste aspecto a questão diz respeito à AFS, não se compreende que não sejam dadas orientações aos clubes para afixarem uma simples folha de papel A4 com a formação das equipas e a constituição da equipa de arbitragem. É absolutamente ridículo que os colaboradores dos jornais, que graciosamente ajudam a divulgar a festa do futebol distrital e os seus protagonistas, tenham de andar a mendigar a alguém, nunca se sabe a quem, para que se disponha a revelar aquilo que é básico que seja divulgado. Falta, nesta crónica, a identificação da equipa de arbitragem, e outros detalhes relacionados com as substituições. Pode ser que a AFS entenda que isto é importante para o futebol.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Barquinha: “o valor do sal” »  2018-11-15 

“Ouro branco, o valor do sal”, é o mote para uma jantar/conversa que vai ser animado pelo professor doutor António Luís, biólogo da Universidade de Aveiro e que terá lugar no dia 23, sexta-feira, no restaurante do campus escolar da escola profissional Gustave Eiffel, no Entroncamento, pelas 20H00.
(ler mais...)


Chamusca impulsiona esterilização de animais de companhia »  2018-11-14 

 O concelho da Chamusca está na linha da frente na região no âmbito da campanha de apoio à esterilização de cães e gatos como forma de controlo da sua população e de eliminar o recurso à eutanásia, conforme emanado na Lei 27/2016 de 23 de agosto que, desde 23 de Setembro de 2018, estabelece a proibição do abate de animais errantes como forma de controlo populacional, informa nota da autarquia.
(ler mais...)


Alcanena: cachola e morcela para alegrar o Outono »  2018-11-13 

O Município de Alcanena promove, entre 22 e 25 de Novembro, a sétima edição do Festival Gastronómico da Cachola e da Morcela, que decorrerá nos 11 restantes do concelho “que participam neste desafio de recuperar e divulgar alguns dos sabores mais peculiares desta região, associados à cozinha tradicional e popular das gentes das serras, de Aire e Candeeiros, e do bairro, terras prenúncio do Tejo”, diz a autarquia em nota de imprensa.
(ler mais...)


Morreu Adelino Bairrão Pinho »  2018-11-13 

Adelino Bairrão Pinho, residente na Zibreira mas pessoa muito conhecida e prestigiada na comunidade torrejana, faleceu ontem com 81 anos após um período de doença.

Foi colaborador de várias colectividades e grande entusiasta e animador das actividades da Associação de Dadores de Sangue do Hospital de Torres Novas.
(ler mais...)


Vêm aí as couves com feijões de Torres Novas »  2018-11-12 

Toda a gente pensa que é uma especialidade regional fácil de fazer, mas confeccionar couves com feijões bem feitas não é para todos e trata-se de um verdadeiro desafio, mesmo para os restaurantes que aderiram a este festival gastronómico.
(ler mais...)


Bloco pisca o olho ao PS e abstem-se no orçamento para Torres Novas »  2018-11-11 

 

É a primeira vez que acontece: o Bloco de Esquerda vai abster-se no orçamento da maioria de Torres Novas, num claro sinal político de aproximação política ao PS. O aumento dos subsídios às bandas e a compra de edifícios no centro para reabilitar, duas das bandeiras eleitorais do BE aceites agora pelo PS, são algumas das razões que levam os bloquistas a esta posição de esperar para ver num namoro improvável.
(ler mais...)


Chamusca representada na Carta Gastronómica do Ribatejo »  2018-11-09 

A Carta Gastronómica do Ribatejo foi apresentada no dia 1 de novembro, pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo, e inclui diversas receitas tradicionais da Chamusca, disponibilidades por utentes do Lar da Santa Casa da Misericórdia, Universidade Sénior da União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande e da Casulme – Centro de Apoio Social de Ulme.
(ler mais...)


Barquinha: à mesa com azeite 2018 »  2018-11-09 

 

 Com número recorde de participantes - 11 restaurantes, a mostra gastronómica “À mesa com azeite” está de volta ao concelho de Vila Nova da Barquinha, entre 10 de novembro e 9 de dezembro de 2018.
(ler mais...)


Alcanena: ampliado cemitério do Espinheiro »  2018-11-09 

Teve lugar, no dia 1 de Novembro, a inauguração da ampliação do cemitério de Espinheiro, em cerimónia que se iniciou com uma missa solene, na Igreja Paroquial de Espinheiro, pelo padre Ricardo Gonçalves, seguida de procissão, até ao cemitério, onde o pároco procedeu à bênção do novo espaço.
(ler mais...)


Torres Novas também é “familiarmente responsável” »  2018-11-08 

Abrantes, Águeda, Alcoutim, Alenquer, Almodôvar, Amadora, Angra do Heroísmo, Boticas, Braga, Cantanhede, Cascais, Castro Marim, Coimbra, Coruche, Estarreja, Funchal, Fundão, Góis, Gouveia, Guarda, Ílhavo, Lousã, Loures, Mação, Madalena, Mealhada, Mértola, Miranda do Corvo, Montijo, Odivelas, Oeiras, Oliveira do Hospital, Ovar, Penafiel, Pinhel , Pombal, Ponta Delgada, Póvoa de Lanhoso, Praia da Vitória, Santarém, Sardoal, Seia, Sever do Vouga, Sintra, Soure, Tábua, Tomar, Torres Novas, Torres Vedras, Vieira do Minho, Vila de Rei, Vila Franca de Xira, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Foz Côa, Vila Real, Vila Real de Santo António, Viseu, Amares, Arganil, Arruda dos Vinhos, Cabeceiras de Basto, Figueira da Foz, Leiria, Lisboa, Loulé, Lousada , Oliveira de Azeméis, Palmela, Póvoa de Varzim e Santo Tirso foram os municípios galardoados por preencherem os requisitos que dão direito a este prémio simbólico.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-11-12  Vêm aí as couves com feijões de Torres Novas
»  2018-11-13  Morreu Adelino Bairrão Pinho
»  2018-11-09  Chamusca representada na Carta Gastronómica do Ribatejo



Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /htdocs/public/www/inc/inc_pagina_noticia.php:70) in /htdocs/public/www/inc/inc_pagina_noticia.php on line 491