• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sexta, 15 Novembro 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Seg.
 15° / 5°
Períodos nublados
Dom.
 16° / 8°
Céu nublado com chuva fraca
Sáb.
 14° / 5°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  13° / 7°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Catarina Picton Santos: “Manter viva esta escola é uma homenagem à minha mãe”

Sociedade  »  2019-06-21 

Directora pedagógica do Britannia House fala da instituição criada em 1986.

Esta não é a história de uma mulher num lugar outrora reservado a homens. É muito mais do que isso.
É a história de uma mulher, de um exemplo, de um legado e das mulheres que a sucedem. É a história
de um concelho, de uma região, porque a história dela é também a nossa, a história de uma cidade
que lhe deve a aprendizagem da língua inglesa, numa altura em que poucos tinham ainda essa visão.
É a história de Valerie Linda Randal Santos e do legado que deixou a Catarina e Patrícia Picton Santos.
E a todos nós, uma geração que, graças a ela, aprendeu a tratar o inglês por tu.

Catarina Picton Santos sucede a Valerie Picton Santos na direcção pedagógica do Britannia House, o instituto de línguas que desde 1986 mudou uma geração torrejana no que à aprendizagem da língua inglesa diz respeito. Filha da fundadora da escola inglesa, Catarina licenciou-se em línguas e literaturas modernas, variante de estudos e ingleses e alemães, na Universidade de Coimbra, e seguiu a via ensino. Deu aulas no ensino público durante alguns anos, mas há doze resolveu dedicar-se inteiramente ao instituto fundado por Valerie.
Com o falecimento da mãe, em 2018, Catarina sucede-lhe na direcção pedagógica da escola, que partilha com a irmã, Patrícia Picton Santos, esta mais na área administrativa e jurídica.

O nome de Valerie estará para sempre ligado à história da aprendizagem do inglês no concelho de Torres Novas e esse é um legado que carregam as filhas de uma das figuras mais emblemáticas dos últimas décadas.

O instituto Britannia House nasceu em 1986 já na avenida Manuel Figueiredo. Depois de três décadas a ensinar inglês, a escola não só triplicou o espaço físico, como o número de alunos. Algumas centenas de crianças, jovens e adultos, passam diariamente pelo instituto: “O instituto já vem de 1986, já aqui na Manuel de Figueiredo, primeiro como um centro de explicações e só mais tarde como instituto de línguas. Celebrámos o 32.º aniversário no ano passado. Foi fundado pela minha mãe, que até ao ano passado continuou a assumir funções de directora pedagógica.

Actualmente, é tudo uma continuação. Poderia ter havido uma quebra, por exemplo nos anos de 2017 e 2018, uma vez que a minha mãe já não deu aulas. Podia ter-se sentido quebra, mas não. Tem continuado a subir o número de alunos”, contou Catarina.

As aulas de inglês continuam a ser o grande forte do Britannia House, que este ano abriu portas ao alemão. A procura de outras línguas, como o francês, o russo ou o mandarim, acontece, mas é mínima e não justifica a abertura de uma turma. Centenas de alunos, que vão desde o segundo ano do primeiro ciclo, com sete anos, frequentam diariamente a escola, que ocupa já três andares do prédio que originalmente ocupou.

No próximo ano lectivo, uma das novidades será o alargamento das aulas aos alunos do primeiro ano do primeiro ciclo: “Temos uma professora que vai a alguns jardins-de-infância do concelho e é frequente os pais quererem depois a continuidade”.
O instituto oferece ainda a possibilidade de equivalência aos exames da Faculdade de Cambridge, exames para estudar no estrangeiro, aulas para adultos e preparação de exames de nível. Tudo possível com uma equipa de sete professores e uma administrativa. “Já é uma máquina pesada. Em 86 nunca imaginámos ter esta dimensão. Cresceu não só em número de alunos, como em termos físicos”.

E o sucesso deve-se essencialmente a uma coisa: a excelência que colocam diariamente no trabalho que desenvolvem: “Temos tido sucesso a nível de resultados, não só nos exames, como a níveis pessoais. Temos muito bom feed back de alunos e pais de alunos, que arranjaram certos empregos graças ao inglês. Foram muitas gerações as que passaram por aqui.”, continuou orgulhosa e emocionada Catarina Picton Santos: “É um legado pesado este, mas de um modo positivo. Não é fácil chegar ao nível. Manter vivo este projecto é uma homenagem que lhe fazemos diariamente”.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


João Quaresma, vereador do PSD: “Descargas na Ribeira da Boa Água voltaram em força” »  2019-11-12 

O vereador do PSD na câmara municipal de Torres Novas, manifestou as suas preocupações com as novas descargas que se têm vindo a verificar na Ribeira da Boa Água. João Quaresma reconhece que o município de Torres Novas “não tem autonomia total sobre todos os factos respeitantes à poluição que sucessivamente vem prejudicando a ribeira da Boa Água e a população que reside nas imediações do curso da ribeira”, mas recorda que, para além dos processos judiciais, existem tutelas superiores como a APA e a ARH que se encontram a acompanhar o caso.
(ler mais...)


Torres Novas já não é a “cidade mais segura” »  2019-10-29 

Qualquer ignorante na matéria que visse um ranking das "cinco cidades mais seguras de Portugal" a incluir Seixal e Vila Franca veria logo que alguma coisa de errado se passaria. Ao pé destas cidades, Barquinha e Golegã, por exemplo, deveriam estar dez lugares acima do próprio paraíso na terra.
(ler mais...)


JT na Catalunha: Barcelona não cabe numa rua, por Inês Vidal »  2019-10-22 

Somos cada vez mais um todo. Global. Os meios de comunicação dão-nos o mundo num segundo. Hoje estamos aqui, no nosso sofá, na nossa casa, na nossa terrinha e conseguimos sentir as balas de borracha na luta de Barcelona, ficar sem ar num atolado barco à deriva no Mediterrâneo e ouvir o sussurrar de um brexit em curso.
(ler mais...)


Alcanena em desespero com os maus cheiros »  2019-10-16 

Alcanena está a viver uma situação insustentável e isso é confirmado por qualquer pessoa que passe de carro próximo da vila, logo agredida com um mau cheiro verdadeiramente insuportável.

 Nas redes sociais surgem apelos lancinantes, outros revoltados, a apelar e exigir a solução de um problema que é antigo (todos se recordam de como era difícil estar e viver em Alcanena em meados da década de 80), mas passou uma geração e a poluição ambiental regressou em força nos últimos tempos.
(ler mais...)


PS acaba com farmácia de Alcorochel »  2019-10-15 

Com parecer positivo ao pedido de deslocalização da farmácia de Alcorochel para a cidade de Torres Novas, onde já existem sete farmácias, a maioria socialista põe fim a uma das mais antigas farmácias do concelho.
(ler mais...)


Legislativas: vitória modesta de Costa com descida da oposição »  2019-10-08 

TORRES NOVAS: as contas e as dúvidas

No distrito de Santarém, o PS aumentou a sua votação em 1 921 votos, uma média de 92 votos por concelho. Em Torres Novas, o aumento foi de 90 votos: conforme.
(ler mais...)


Entroncamento: trabalhadores dos CTT em greve »  2019-10-08 

Os trabalhadores do CDP do Entroncamento estão em greve desde hoje, dia 8 e até 15 de Outubro. Entre os problemas laborais destacam-se a má organização do serviço, aliada a uma gritante falta de trabalhadores tem consequências graves para os utentes, nomeadamente atrasos na distribuição, muitas vezes com graves prejuízos.
(ler mais...)


Encontro de apicultores, dia 12, na Lagoa do Furadouro »  2019-10-02 

O 3.º encontro de apicultores da região vai realizar-se no próximo dia 12 de Outubro, sábado, pelas 18 horas, no salão paroquial da Lagoa do Furadouro (próximo de Casais da Igreja, mas no concelho de Ourém).
(ler mais...)


Torres Novas: alterações climáticas levam câmara a anular concurso para psicóloga clínica »  2019-10-01 

Quando, no dia 1 de Abril, dia da mentiras, a câmara de Torres Novas fazia publicar no Diário da República o aviso de abertura do concurso para admissão de uma psicóloga, jurando por todos os santinhos a necessidade premente de contratação de uma técnica desse ramo, estava longe de pensar que, escassos meses depois, o aquecimento climático, as manifestações em Hong Kong, o impeachment a Donald Trump e o despedimento de Leonel Pontes do Sporting iriam alterar as circunstâncias de tal modo que, afinal, a psicóloga já não é urgente e até nem se percebe porque é que alguém alguma vez teve semelhante ideia.
(ler mais...)


Conjunto arqueológico monumental descoberto na aldeia da Mata »  2019-09-06 

A designação de “poços” utilizada no ante-título é meramente ilustrativa: trata-se de quase cinco dezenas de estruturas escavadas, de forma cilíndrica, descobertas durante os trabalhos de saneamento da aldeia.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 30 dias)
»  2019-10-29  Torres Novas já não é a “cidade mais segura”
»  2019-10-16  Alcanena em desespero com os maus cheiros
»  2019-10-22  JT na Catalunha: Barcelona não cabe numa rua, por Inês Vidal
»  2019-11-12  João Quaresma, vereador do PSD: “Descargas na Ribeira da Boa Água voltaram em força”