• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Terça, 23 de Janeiro de 2018
Pesquisar...
Sex.
 13° / 6°
Períodos nublados
Qui.
 14° / 6°
Céu nublado com chuva fraca
Qua.
 15° / 6°
Céu nublado
Torres Novas
Hoje  17° / 7°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Caso Microsoft: jornal “i” envolve CIMT, Rodrigues e Céu Albuquerque

Sociedade  »  2017-09-12 

jornal deve ter confundido sete mil com sete milhões

Ou o jornal “i” arranja maneira de provar que António Rodrigues, depois da sua viagem à sede da Microsoft, em Seattle, em 2011, adjudicou sete milhões de euros de produtos informáticos daquela marca para o município de Torres Novas, ou o caldo está entornado para os lados do diário lisboeta.

Na edição do passado fim de semana, o jornal que já foi do Grupo Lena revelava que um grupo de autarcas, entre os quais António Rodrigues e Céu Albuquerque, presidente da câmara de Abrantes, viajaram aos Estados Unidos, onde estiveram às custas da Microsoft, e que depois as autarquias envolvidas subscreveram contratos de compra de software da Microsoft no valor de cerca de cinco milhões de euros. Segundo o “i”, secundado pelo Observador, jornal on-line de direita, os presidentes das câmaras de Famalicão, Cascais, Braga, Sintra, Abrantes, Sousel e Torres Novas viajaram até Seattle e após estas viagens, que nuns casos ocorreram em 2011 e noutros em 2014, celebraram contratos de aquisição de produtos da Microsoft no valor de quase 5 milhões de euros.

E aqui os números não batem certos, quando o “i” diz que num único contrato a câmara de Torres Novas comprou sete milhões de euros em produtos Microsoft.

Este tema tem sido muito alimentado pelos jornais “i” e Observador, que revelaram que vários autarcas viajaram em 2011 e em 2014 à sede da Microsoft, alguns com viagens pagas pelas respectivas câmaras, e que depois da estadia paga pela empresa, em Seattle, assinaram adjudicações de centenas de milhares de euros cada um em produtos informáticos da marca para as suas autarquias. Indirectamente, os artigos parecem querer estabelecer uma ligação entre as viagens à América e as mordomias recebidas pelos autarcas, e a compra posterior de produtos informáticos.

Isto na senda dos anteriores casos de governantes que foram à bola a Paris ver a equipa das quinas à pala da EDP e que, como se sabe, foram constituídos arguidos. Neste caso, presume-se, a investigação jornalísticas, que se baseia praticamente na espreitadela ao portal dos contratos do Estado e autarquias BaseGov, pretenderia, parece, estabelecer um nexo de causalidade entre as viagens e as prendas da Microsoft (alojamento e estadia) e a posterior compras de produtos ao gigante da informática.

No caso de Abrantes, é verdade que o município abrantino adquiriu, logo a seguir às referidas viagens de 2011, mais de 200 mil euros em produtos Microsoft, em contratos de 22 de Junho (74 mil euros), 2 de Agosto (53 mil euros) e 19 de Junho do ano seguinte (108 mil euros). Mas, no caso de Torres Novas, a BASEGOV, o tal sítio electrónico onde se registam os contratos, não aparece esse fabuloso contrato de sete milhões, mas apenas um de quase sete mil euros (6875 euros) e outro de 65 mil euros, que inclui também hardware, ambos em 2011. Se calhar, o diário confundiu sete mil euros com sete milhões de euros.

Comunidade dos milhões

Esta confusão de números do “i” deve relacionar-se com a confusão feita entre os cargos de presidentes de câmara, quer de Rodrigues quer de Céu Albuquerque, e o posterior desempenho do cargo de presidente da Comunidade Urbana do Médio Tejo (CIMT), em que a autarca de Abrantes sucedeu a António Rodrigues em 2013, e que ambos acumularam.

De facto, a Comunidade Urbana do Médio Tejo (CIMT), cujas adjudicações de serviços para os mais variados e (alguns) extravagantes) fins navegam facilmente para números surpreendentes, também está metida no assunto levantado pelo "i", até porque muitas das adjudicações de diversa índole são feitas por esta entidade para os municípios associados, cabendo depois aos próprios municípios transferir as verbas das suas participações nos negócios, evitando-se assim o escrutínio local das decisões, que costuma causar aborrecimentos por ainda haver partidos da oposição.

E, na verdade, em 2011, era António Rodrigues líder máximo da CIMT, foi efectuada uma compra de serviços/contrato de licenciamento de software Microsoft no valor de mais meio milhão de euros (497 mil mais IVA), software esse destinado a vários municípios do chamado Médio Tejo. E, passados dois anos, já Céu Albuquerque tinha sucedido a Rodrigues aos comandos da CIMT, adquiriu a autarca "manutenção de software Microsoft", mais 191 mil euros mais IVA, em contrato rubricado a 16 de Março de 2013, desta vez para o seu município de Abrantes. Em 2015, a Comunidade fez rolar mais cerca de meio milhão de euros (443 mais IVA) para serviços de manutenção do licenciamento de software, ao abrigo do “Acordo Microsoft”. Portanto, meio milhão para compra de software para a CIMT por Rodrigues em 2011 e, passados três anos, mais meio milhão para “serviços de manutenção”, agora por Céu Albuquerque e também para a CIMT. A estas verbas, somam-se mais 191 mil euros pelo meio para aligeirar a travessia, contrato para a câmara de Abrantes (26 de Março de 2013), e ainda os mais de 200 mil euros também da CM Abrantes, já referidos, em 2011 e 2012: e foi quanto a geringonça informática desta zona deu a ganhar à Microsoft, só no eixo Torres Novas/Abrantes com passagem pela CIMT.

As viagens de Rodrigues e Céu Albuquerque a Seattle realizaram-se em 2011 por conta da CIMT, tendo cabido à Microsoft, ainda segundo as “investigações” dos diários da capital, o pagamento da estadia em hotel e alimentação, no valor de 750 dólares por cabeça.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas apela à unidade do Ribatejo - autarca de Almeirim reage confuso »  2018-01-18 

A unidade dos concelhos do antigo distrito de Santarém, em qualquer quadro de reforma do território que venha a acontecer, mereceu a concordância da maioria dos eleitos da assembleia municipal de Torres Novas. A moção foi aprovada no passado dia 12, com votos do PS, BE, PSD, CDS e autarcas das freguesias.
(ler mais...)


CHMT: Governo injecta oito milhões para redução da dívida »  2018-01-11 

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), que integra as unidades hospitalares de Torres Novas, Tomar e Abrantes, tem em curso um aumento de capital em mais de oito milhões de euros “que será utilizado exclusivamente no pagamento de dívida vencida”, refere o gabinete de imprensa desta organização.
(ler mais...)


Yoga para bebés, no Entroncamento »  2018-01-11 


O município do Entroncamento promove um ciclo de Yoga para crianças, decorrendo as primeiras sessões já no próximo sábado, dia 13 de Janeiro, realizando-se as outras sessões nos dias 3 de Fevereiro e 3 de Março.
(ler mais...)


Poderes e interesses ameaçam a cidadania »  2018-01-05 

Os poderes instituídos e os altos interesses parecem estar sem freio, ameaçando cidadãos por “delito de opinião” com armas desproporcionadas. A imprensa local, tida como mais frágil e sensível à pressão dos poderes, parece estar também na mira de quem acha que pode tudo.
(ler mais...)


CDU e Bloco manifestam-se contra encerramento de balões e CTT na região »  2018-01-04 

As estruturas distritais da CDU e do BE manifestaram-se, esta quinta-feira, contra o encerramento de balcões dos CTT em Alferrarede (Abrantes) e Alpiarça. Numa nota de imprensa, a CDU reclama o regresso à esfera pública dos CTT e o regresso do serviço postal “público, universal e de qualidade”.
(ler mais...)


Golegã: fábrica de vinagres começa ano com lançamento de novo produto »  2018-01-04 

A fábrica de vinagres e molhos da Golegã, a Mendes e Gonçalves – que detém a marca Paladim -, começa o ano de 2018 com lançamento de um novo produto no mercado dos vinagres. Trata-se se um vinagre de Sidra “100% natural e saboroso” e que, segundo a empresa, procura ir “ao encontro da tendência mundial da procura de produtos não processados e naturais”.
(ler mais...)


Constância: requalificação da frente ribeirinha previstas nas GOP »  2018-01-04 

As Grandes Opções do Plano (GOP) da câmara municipal de Constância, para 2018, prevêem, entre outros projectos, a reconversão da frente ribeirinha (margem do rio Zêzere) de Constância. Trata-se de um espaço privilegiado que, no Verão, é procurado por muita gente para momentos de lazer.
(ler mais...)


Ministro da Administração Interna vem a Santarém assinar protocolo de projecto-piloto para redução da acidentes rodoviários »  2018-01-04 

Eduardo Cabriata, recém-empossado ministro da Administração Interna, vem a Sanatrém na próxima terça-feira, dia 9 de Janeiro, presidir à cerimónia de apresentação do projecto para a promoção da segurança rodoviária na região da Lezíria do Tejo, bem como assinar protocolos com os municípios daquela região.
(ler mais...)


ÚLTIMA HORA Morreu Joaquim Canais Rocha »  2018-01-02 

Joaquim Canais Rocha, que contava 82 anos, morreu hoje,  terça-feira, dia 2, no hospital de Tomar onde se encontrava internado há algum tempo.

Figura histórica da imprensa local, Canais Rocha começou a trabalhar ainda muito jovem na velha tipografia do jornal O Almonda do largo do Salvador, onde se iniciou na profissão de tipógrafo.
(ler mais...)


Mitsubishi Fuso ofereceu três viaturas 4x4 a bombeiros »  2017-12-25 

A Mitsubishi Fuso Truck Europe, situada em Tramagal e pertencente ao Grupo Daimler, entregou na sexta-feira, 22 de Dezembro, três viaturas Canter 4x4 doadas pela empresa às Corporações de Bombeiros de Castanheira de Pera, Pedrogão Grande e Figueiró dos Vinhos.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-01-18  Torres Novas apela à unidade do Ribatejo - autarca de Almeirim reage confuso