• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Terça, 14 de Agosto de 2018
Pesquisar...
Sex.
 36° / 16°
Períodos nublados
Qui.
 33° / 17°
Céu limpo
Qua.
 34° / 16°
Céu limpo
Torres Novas
Hoje  34° / 15°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Vai fechar a casa Alvorão, logo a seguir a Casa Espanhol

Sociedade  »  2018-04-05 

É com mágoa que José António Pereira fala do encerramento da loja

Depois de cerca de nove décadas aberta ao público como loja de ferragens, vai fechar no fim de Maio a drogaria António Costa Alvorão, Lda, anunciou José António Pereira, actual e único empregado da firma, ele próprio há cerca de 48 anos ao balcão do estabelecimento.

É mais uma loja histórica de Torres Novas a encerrar as portas, das poucas que ainda existem. José António Pereira disse ao JT que a ausência de clientes e a falta de gente na cidade são os principais motivos que levaram à decisão. “É uma tragédia o que se passa no centro da cidade. Às quatro da tarde é o silêncio total, pode ouvir-se os saltos de uma mulher que vá a passar na rua, como se fosse noite feita. Tenho dias em que entra aqui um cliente. Num destes sábados, entraram aqui seis pessoas e só uma era cliente. Não dá para continuar assim”.

É com mágoa que José António Pereira fala do encerramento da loja. O estabelecimento funcionava como ponto de encontro de amigos e profissionais, que ali iam dar dois dedos de conversa. De resto, o próprio José António também granjeou uma enorme simpatia junto dos torrejanos, devido ao modo como atende toda a gente, sempre disponível para ajudar, esclarecer e indicar as melhores e mais baratas soluções para os problemas que lhe apresentam ao balcão. Tudo o que falta nas grandes superfícies, mas as lojas tradicionais não se governam apenas com reconhecimento, lamenta José António Pereira.

A firma António Costa Alvorão, Lda estabeleceu-se no primeiro piso que faz esquina com o Largo do Paço, cerca de 1930. António Costa Alvorão, nascido em 1905, era empregado numa loja de materiais pertencente à metalúrgica Costa Nery, situada no edifício onde hoje estão as galerias Rulys. Saíu da empresa e fundou a firma, alugando o actual espaço comercial a Camila Carvalhal (falecida há pouco tempo com 101 anos e mulher do conhecido proprietário Pedro Maia), que o havia herdado de seu pai, o comerciante que antes de Manuel Alvorão estava estabelecido no local com uma loja de tecidos. O pai de Camila, Carlos Gonçalves, o "Gato Bravo", era um galego que tinha vindo para Torres Novas para trabalhar na loja de José Lavos, actual Sofia Modas, ainda em finais do séc.XIX.

Mas a história comercial desta loja da Casa Alvorão começa muito antes. Sabe-se que em 1880 pertencia a António Bexiga, um comerciante  da Nazaré que vinha ao mercado de Torres Novas e que acabou por estabelecer-se na vila, abrindo o espaço como loja de comércio geral, como era uso na época. Os actuais balcões, armários e guarnições de portas interiores são, no mínimo, do ano de 1880. É essa a data inscrita numa das portas interiores da loja, e que deverá assinalar a abertura do estabelecimento de António Bexiga.

Neste momento, a loja mais antiga aberta ininterruptamente, embora não pertencente à mesma família, é a antiga loja de José Lavos, na rua Nuno Álvares. A seguir, será este espaço comercial onde existiu a loja de António Bexiga, depois casa de tecidos do “Gato Bravo” e por fim “casa Alvorão”. Em terceiro lugar do ranking da antiguidade segue-se a loja de ferragens de Abílio Pereira Reis (ostenta no anúncio a data de 1873, ano em que fundou uma oficina em Outeiro Grande, mas só veio para a vila em 1915, abrindo a sua loja num edifício a escassos metros da loja actual, aberta esta em 1918 logo a seguir ao túnel da rua de Trás-os-Muros).

Contudo, o comerciante mais antigo de Torres Novas, ainda em funções, é João José Lopes (“João Espanhol”), à frente da sua loja, inicialmente na cave do velho teatro Virgínia, desde 1940. Mas a loja já era explorada pelo seu pai Juan Lopez (desde o início dos anos 20), que a tomara de um outro espanhol. A Casa Espanhol é, portanto, a terceira ou quarta loja mais antiga ainda em funcionamento (não se consegue apurar, por enquanto, se abriu antes ou depois da loja de Abílio Pereira Reis, de 1915).

Mas a Casa Espanhol também tem o seu encerramento anunciado, o qual deverá ocorrer antes do verão. João Espanhol, o proprietário, conta com 88 anos, mas diariamente continua a fazer trabalhos de arranjos de chaves e lâminas na velha oficina da Rua Carlos Reis.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas: piscinas gratuitas no domingo »  2018-08-07 

Para assinalar o Dia Internacional da Juventude, o município de Torres Novas vai promover no próximo domingo, dia 12 de Agosto, uma iniciativa dirigida aos jovens com idades entre os 12 e os 29 anos. As piscinas municipais Fernando Cunha estarão abertas no domingo, das 14 às 19 horas, e haverá animação com o dj set Bomboca & Pirolito.
(ler mais...)


PASSATEMPO: oferecemos 5 passes gerais para o BONS SONS »  2018-07-31 

Aproxima-se o festival Bons Sons e o JORNAL TORREJANO oferece 5 passes gerais para entrada no festival. Para isso, os concorrentes ao sorteio dos passes deverão fazer like no fb do JT, onde decorre o passatempo:

https://www.facebook.
(ler mais...)


Tomar: detido jovem de 22 anos suspeito de atear incêndio »  2018-07-23 

A Polícia Judiciária (PJ) Leiria anunciou a detenção de um jovemd e 22 anos, empregado de restauração, suspeito de ter ateado um fogo em zona florestal em Alviobeira, Tomar. A GNR terá recolhido “importantes meios de prova” que conduziram à detenção do rapaz.
(ler mais...)


Alcanena: reparação da estrada de Minde vai custar mais de 270 mil euros »  2018-07-19 

As obras de requalificação da Estrada de Minde - Serra de Santo António já foram entregues a uma empresa e vão custar ao município 266 mil euros mais o IVA, informa a autarquia em comunicado.

A empreitada da estrada que liga Minde e a Serra de Santo António contempla a reparação de abatimentos e a repavimentação betuminosa de toda a extensão da estrada.
(ler mais...)


Torres Novas: PSD lança campanha sobre mau estado de conservação de estradas »  2018-07-19 

A Comissão Política Concelhia de Torres Novas do PSD lançou uma campanha em que alerta para o mau estado de conservação de algumas estradas do concelho, e colocou quatro outdoors na rua a assinalar isso mesmo.
“Esta campanha pretende evidenciar a falta de capacidade que o executivo (de maioria) socialista da câmara municipal de Torres Novas apresenta, para com os meios próprios municipais e com o orçamento corrente, resolver problemas básicos do concelho”, lê-se numa nota de imprensa.
(ler mais...)


Concelho tem mais uma »  2018-07-17 

Desde hoje, dia 18 de Julho, Torres Novas tem mais uma mulher a atingir a idade de 100 anos: trata-se de Amália Moita, natural de Alcorochel, aldeia onde sempre viveu, apesar de nas últimas décadas passar temporadas também em Torres Novas, em casa de uma das filhas.
(ler mais...)


Escola Maria Lamas: concurso público para primeira fase da obra já divulgado »  2018-07-16 

O anúncio do concurso público da primeira etapa das obras de recuperação da escola secundária Maria Lamas, em Torres Novas, foi publicado em Diário da República do dia 12 de Julho.

O projecto prevê uma intervenção nos balneários e da zona de cozinha e refeitório, no piso 0 do edifício do ginásio, bem como a adaptação dos edifícios às normas legais, nomeadamente nos mecanismos de protecção contra incêndios, bem como as componentes térmica, redes eléctrica, de gás e de água e saneamento.
(ler mais...)


Ribeira da Boa de Água: o perfume especial para as noites de verão »  2018-07-14 

Tudo com dantes na Ribeira da Boa Água, afluente do rio Almonda: a poluição que suscitou, durante todo ano de 2017, muitas lutas e milhares de discursos oficiais, voltou em força, impune, ofensiva, sem vergonha.
(ler mais...)


Riachos: GNR apanhou sete a “gamar” gasóleo »  2018-07-07 

Sete pessoas, uma das quais uma jovem de 15 anos, foram surpreendidas por militares da GNR depois de terem enchido nove jerricans com 180 litros de gasóleo, no parque de estacionamento de uma empresa de transportes, localizada na Zona Industrial de Riachos.
(ler mais...)


Morreu Valerie Picton Santos »  2018-07-06 

Morreu Valerie Picton Santos, proprietária do Centro de Línguas Britannia House de Torres Novas, conhecido estabelecimento de ensino da cidade. Valerie Picton, que tinha 72 anos, começou a trabalhar no ensino há décadas, ainda no antigo Centro de Línguas de Torres Novas, acabando por fundar, mais tarde, a sua própria escola.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-08-07  Torres Novas: piscinas gratuitas no domingo