• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 18 de Junho de 2018
Pesquisar...
Qui.
 31° / 19°
Períodos nublados com aguaceiros e trovoadas
Qua.
 34° / 20°
Períodos nublados
Ter.
 34° / 19°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  37° / 18°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

“Ti António” leva DIM da Assembleia com votos contra do Bloco (corrigida)

Sociedade  »  2017-07-13 

Empresa de resíduos perigosos é de Outeiro Pequeno

Estão a gozar com a nossa cara”, disse António Gomes, do BE

 A apreciação de vários pedidos de Declarações de Interesse Municipal (DIM), por parte de várias empresas do concelho, com vista a regularizarem, em grande parte dos casos, obras não licenciadas por terem sido realizadas de forma ilegal, constituía o assunto mais importante da assembleia municipal de Torres Novas, realizada na passada terça-feira.

O caso mais polémico dizia respeito à empresa de carnes “Ti António” que, conforme o JT noticiou, já tinha sido beneficiada com uma DIM em finais de 2015 para regularizar construções que não estavam licenciadas ate aí e que, agora, vinha pedir uma nova DIM, em forma de “aditamento”, para regularizar construções executadas no início deste ano de 2017 e que mereceram uma notificação da fiscalização camarária e a competente contra-ordenação, com vista à aplicação de uma multa, para além do embargo das obras, obrigatório nestes casos, procedimento este que se desconhece, em boa verdade, se foi executado pelo presidente da câmara conforma a lei manda.

O relatório dos serviços técnicos da câmara começa por induzir em erro quem o analisa, disse António Gomes, do BE, pois o aumento da área das construções que a empresa queria agora legalizar ao abrigo de uma lei de excepção se cifra em 39% da área actual e não em 19%, como escreve o técnico camarário. Gomes afirmou que esta atitude da empresa “Ti António”, de “construir obras clandestinas” depois de ter recebido uma DIM, aprovada pela câmara e pela assembleia, “é gozar com a nossa cara”. O vogal bloquista defendeu que aprovar o novo pedido da empresa era estar a utilizar duplicidade de critérios e que, quem aprovasse o pedido, estaria “a dar um tiro no pé”, referindo-se indirectamente ao caso da Fabrióleo.

José Luís Jacinto, do PSD, veio em socorro de António Gameiro, o proprietário da empresa, afirmando que “é muito boa pessoa”, “é de Torres Novas e tem de ser ajudado”, defendendo que as suiniculturas não poluem e que “o Bloco de Esquerda deve ter alguma coisa contra os porcos”, embora não se tenha referido às obras em causa, nem à contra-ordenação que foi movida à empresa. Arnaldo Santos, também da bancada do PSD perguntou como estava o processo de contra-ordenação, tendo o vice-presidente Luís Silva afirmado que “o processo está concluído”. Mais uma vez, nem o responsável do pelouro nem o presidente esclareceram como na realidade está o processo, se houve multa, se ela foi paga ou contestada pela empresa, tal como fez a Fabrióleo, se houve embrago das obras.

A CDU não teceu comentários à questão, remetendo a sua posição para uma declaração de voto a anexar à acta da sessão. Posta à votação, a DIM pedida pela “Ti António” foi aprovada pelos votos do PS, PSD, CDS e presidentes das juntas, a abstenção da CDU e o voto contra do Bloco de Esquerda.

Outro pedido de DIM dizia respeito a uma empresa de resíduos instalada no centro da aldeia de Outeiro Pequeno, cujo relatório técnico dos serviços camarários apontava para altos índices de perigosidade. A empresa trabalha com resíduos perigosos e está instalada no centro da própria povoação (imagem da foto), a actividade é susceptível de contaminar o sub-solo, mas o presidente da junta da freguesia de Assentis, Leonel Santos, disse: ”Quem nos dera que houvesse mais empresas como esta”.

Segundo o relatório técnico do processo, “verifica-se que o estabelecimento se localiza na rua Principal do aglomerado urbano de Outeiro Pequeno (…) acarreta inconvenientes para a população, destacando-se o ruído provocado pela actividade e o tráfego pesado (…) Considera-se a localização do estabelecimento como desfavorável. Destaca-se, por um lado, a inserção num núcleo urbano com os inerentes inconvenientes sobre a população e, por outro, o facto de a gestão de resíduos perigosos ser uma actividade com elevado risco de poluição e de contaminação do solo e, consequentemente, das águas subterrâneas” .

António Gomes, do BE, alertou para a existências de dois CIRVER, na Chamusca, centros dedicados exactamente ao processamento de resíduos perigosos, destinados a absorver esses resíduos e permitir retirar essas actividades de locais menos próprios, ou escandalosamente impróprios, como seja o centro de uma povoação, mas não comoveu a maioria. O pedido de DIM foi aprovado pelo PS e presidentes das juntas, o PSD deixou passar abstendo-se, a CDU e o Bloco votaram contra.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Torres Novas: alunos da Meia Via levaram alegria à ala pediátrica do hospital »  2018-06-12 

Alunos do 3.º ano do ensino básico do centro escolar da Meia Via, do Agrupamento Artur Gonçalves, encheram de alegria a ala pediátrica do hospital de Torres Novas, no passado dia 6 de Junho.
Incumbidos de levarem àquele serviço alegria e boa disposição aos meninos que lá se encontram internados, os "doutores palhaços" da Meia Via cantaram, tocaram flauta, dançaram e ainda distribuíram balões.
(ler mais...)


Montepio de Nossa Senhora da Nazaré renova site na celebração de aniversário »  2018-06-12 

O Montepio de Nossa Senhora da Nazaré de Torres Novas comemorou, no passado dia 30 de Maio, o 156.º aniversário com o lançamento do seu site renovado. Uma plataforma que é considerada “mais um instrumento de aproximação entre o Montepio e os seus associados e clientes “ e que visa o reforço dos seus canais de comunicação.
(ler mais...)


Torres Novas: Cine Clube regressa agenda sessões de cinema ao ar livre »  2018-06-12 

O Cine Clube de Torres Novas promove sessões de cinema ao ar livre durante os meses de Verão. Os filmes serão projectados no jardim das rosas, às 21h30 com entradas grátis. Decorrerão duas sessões em cada mês, entre Junho e Setembro.
(ler mais...)


Escola de Alcanena venceu concurso regional de ideias de negócio »  2018-06-12 

Eucalygrape Leather, a Melhor Ideia Empresarial do Médio Tejo no âmbito do EmpreEscola, foi agora a vencedora no Concurso Regional de Ideias de Negócio nas escolas da região Centro, promovido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC).
(ler mais...)


Luís Vassalo Rosa (1935-2018): morreu um grande urbanista »  2018-06-10 

Ficou conhecido por ter sido um dos arquitectos responsáveis pelo planeamento e gestão urbanística da Parque Expo, empreendimento que visou a recuperação da zona oriental de Lisboa na sequência da Exposição Internacional de 1998 (“EXPO 98”), mas nessa altura já Vassalo Rosa detinha uma longa e mais que reconhecida carreira na arquitectura portuguesa e no urbanismo.
(ler mais...)


Caravana: a festa da música tradicional, sábado no estúdio Alfa »  2018-06-07 

Está aí um raro momento para se ouvir boa música tradicional portuguesa, bem tocada e cantada: os “Caravana” apresentam-se sábado à noite, dia 9, no estúdio Alfa do Hotel dos Cavaleiros, em Torres Novas, para um espectáculo que promete encantar.
(ler mais...)


Barquinha: uma grande festa do teatro e da música nas ruas da vila »  2018-06-06 

“Se entre 9 e 13 de Junho for surpreendido por um personagem, uma mascote ou um veículo excêntrico em plena rua, não estranhe, está em Vila Nova da Barquinha, na Feira do Tejo”, avisa a autarquia barquinhense em nota de imprensa.
(ler mais...)


Casa Espanhol encerrou: o eterno adeus ao comerciante mais antigo de Torres Novas, que o "Canja" continua fino »  2018-05-30 

 

Mais de cem anos depois, se contarmos o tempo em que a loja esteve na cave do velho teatro Virgínia, encerrou as portas a Casa Espanhol, em Torres Novas. Na quarta-feira, dia 30 de Maio de 2018.

Tudo começou numa pequena loja que pouco mais era que um corredor, sob o velho teatro Virgínia, paredes meias com a Praça do Peixe, na rua Nova.
(ler mais...)


Constância: visitas nocturnas comemoram aniversário do borboletário tropical »  2018-05-28 

Um série de visitas nocturnas para ajudar a perceber o que acontece com as borboletas quando cai a noite, vão realizar-se nos dias 1, 2 e 5 de Junho, e visam assinalar o quinto aniversário o borboletário tropical localizado no Parque Ambiental de Santa Margarida, em Constância.
(ler mais...)


Nefrologia: jovens a partir dos 15 anos podem ser consultados no CHMT »  2018-05-28 

O Serviço de Nefrologia do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu a consulta a jovens com mais de 15 anos, no dia 17 de Maio. Chamam-lhe consulta de Nefrologia de Transição Pediátrica, modalidade permite que os jovens com mais de 15 anos de todo o distrito de Santarém possam ser seguidos no CHMT “e não tenham que se deslocar a outros pontos do país, nomeadamente a Coimbra e Lisboa para onde eram encaminhados”, refere o centro hospitalar em comunicado de imprensa.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2018-06-10  Luís Vassalo Rosa (1935-2018): morreu um grande urbanista
»  2018-06-12  Escola de Alcanena venceu concurso regional de ideias de negócio
»  2018-06-12  Montepio de Nossa Senhora da Nazaré renova site na celebração de aniversário