• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 25 de Setembro de 2017
Pesquisar...
Qui.
 30° / 16°
Céu nublado
Qua.
 29° / 13°
Períodos nublados
Ter.
 27° / 13°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  27° / 14°
Claro
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

“Ti António” leva DIM da Assembleia com votos contra do Bloco (corrigida)

Sociedade  »  2017-07-13 

Empresa de resíduos perigosos é de Outeiro Pequeno

Estão a gozar com a nossa cara”, disse António Gomes, do BE

 A apreciação de vários pedidos de Declarações de Interesse Municipal (DIM), por parte de várias empresas do concelho, com vista a regularizarem, em grande parte dos casos, obras não licenciadas por terem sido realizadas de forma ilegal, constituía o assunto mais importante da assembleia municipal de Torres Novas, realizada na passada terça-feira.

O caso mais polémico dizia respeito à empresa de carnes “Ti António” que, conforme o JT noticiou, já tinha sido beneficiada com uma DIM em finais de 2015 para regularizar construções que não estavam licenciadas ate aí e que, agora, vinha pedir uma nova DIM, em forma de “aditamento”, para regularizar construções executadas no início deste ano de 2017 e que mereceram uma notificação da fiscalização camarária e a competente contra-ordenação, com vista à aplicação de uma multa, para além do embargo das obras, obrigatório nestes casos, procedimento este que se desconhece, em boa verdade, se foi executado pelo presidente da câmara conforma a lei manda.

O relatório dos serviços técnicos da câmara começa por induzir em erro quem o analisa, disse António Gomes, do BE, pois o aumento da área das construções que a empresa queria agora legalizar ao abrigo de uma lei de excepção se cifra em 39% da área actual e não em 19%, como escreve o técnico camarário. Gomes afirmou que esta atitude da empresa “Ti António”, de “construir obras clandestinas” depois de ter recebido uma DIM, aprovada pela câmara e pela assembleia, “é gozar com a nossa cara”. O vogal bloquista defendeu que aprovar o novo pedido da empresa era estar a utilizar duplicidade de critérios e que, quem aprovasse o pedido, estaria “a dar um tiro no pé”, referindo-se indirectamente ao caso da Fabrióleo.

José Luís Jacinto, do PSD, veio em socorro de António Gameiro, o proprietário da empresa, afirmando que “é muito boa pessoa”, “é de Torres Novas e tem de ser ajudado”, defendendo que as suiniculturas não poluem e que “o Bloco de Esquerda deve ter alguma coisa contra os porcos”, embora não se tenha referido às obras em causa, nem à contra-ordenação que foi movida à empresa. Arnaldo Santos, também da bancada do PSD perguntou como estava o processo de contra-ordenação, tendo o vice-presidente Luís Silva afirmado que “o processo está concluído”. Mais uma vez, nem o responsável do pelouro nem o presidente esclareceram como na realidade está o processo, se houve multa, se ela foi paga ou contestada pela empresa, tal como fez a Fabrióleo, se houve embrago das obras.

A CDU não teceu comentários à questão, remetendo a sua posição para uma declaração de voto a anexar à acta da sessão. Posta à votação, a DIM pedida pela “Ti António” foi aprovada pelos votos do PS, PSD, CDS e presidentes das juntas, a abstenção da CDU e o voto contra do Bloco de Esquerda.

Outro pedido de DIM dizia respeito a uma empresa de resíduos instalada no centro da aldeia de Outeiro Pequeno, cujo relatório técnico dos serviços camarários apontava para altos índices de perigosidade. A empresa trabalha com resíduos perigosos e está instalada no centro da própria povoação (imagem da foto), a actividade é susceptível de contaminar o sub-solo, mas o presidente da junta da freguesia de Assentis, Leonel Santos, disse: ”Quem nos dera que houvesse mais empresas como esta”.

Segundo o relatório técnico do processo, “verifica-se que o estabelecimento se localiza na rua Principal do aglomerado urbano de Outeiro Pequeno (…) acarreta inconvenientes para a população, destacando-se o ruído provocado pela actividade e o tráfego pesado (…) Considera-se a localização do estabelecimento como desfavorável. Destaca-se, por um lado, a inserção num núcleo urbano com os inerentes inconvenientes sobre a população e, por outro, o facto de a gestão de resíduos perigosos ser uma actividade com elevado risco de poluição e de contaminação do solo e, consequentemente, das águas subterrâneas” .

António Gomes, do BE, alertou para a existências de dois CIRVER, na Chamusca, centros dedicados exactamente ao processamento de resíduos perigosos, destinados a absorver esses resíduos e permitir retirar essas actividades de locais menos próprios, ou escandalosamente impróprios, como seja o centro de uma povoação, mas não comoveu a maioria. O pedido de DIM foi aprovado pelo PS e presidentes das juntas, o PSD deixou passar abstendo-se, a CDU e o Bloco votaram contra.

 

 

 Outras notícias - Sociedade


“Um bom resultado para o PSD de Torres Novas é ganhar as eleições”, João Quaresma »  2017-09-25 

O João Quaresma já foi vereador e é do tempo em que o PSD ainda tinha dois vereadores eleitos, no mandato de 2001 a 2005. Nos anos que se seguiram o PSD apenas elegeu um vereador. Qual será um bom resultado para o PSD nas eleições que se avizinham?
Bom resultado para o PSD de Torres Novas é ganhar as eleições.
(ler mais...)


“Partimos de uma perspectiva positiva para o futuro do concelho”, Luís Filipe Júlio »  2017-09-25 

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Destacamos pela positiva, a abertura crescente de respeito pelas freguesias com a atribuição de delegação de competências e também o esforço para solucionar as dificuldades e os problemas com que foi confrontado.
(ler mais...)


Autárquicas: “A CDU faz falta na câmara com sua voz crítica e as suas propostas”, Maria João Gonçalves »  2017-09-25 

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Antes de mais, uma gestão CDU é uma gestão diferente da que aconteceu no último ciclo.
(ler mais...)


Santarém recebe Festival Internacional de Teatro e Artes de 1 a 8 de Outubro »  2017-09-24 

Santarém vai receber, de 01 a 08 de outubro, 43 espetáculos de teatro, por grupos de seis países, manifestações artísticas de rua, oficinas de arte e residências artísticas na 13.ª edição do Festival Internacional de Teatro e Artes.
(ler mais...)


Nersant à procura de oportunidades de negócio no mercado marroquino »  2017-09-24 

A Associação Empresarial da Região de Santarém (Nersant) volta a virar-se para o mercado marroquino e organiza uma acção promocional do Ribatejo e da sua oferta empresarial entre os dias 13 e 16 de Novembro.
(ler mais...)


Autárquicas: “Sinto que as pessoas anseiam por uma política de proximidade”, Vítor Borges da Costa »  2017-09-24 

Como avalia o exercício do actual presidente neste último mandato (2013-2107)? Aponte alguns aspectos que não tenham corrido bem e como teria agido se fosse presidente da câmara.
Na minha opinião, as medidas programáticas deste executivo do PS pecaram por uma orientação algo difusa face ao compromisso eleitoral de 2013.
(ler mais...)


CDS-PP pede discriminação das áreas "efectivamente ardidas" por concelho »  2017-09-24 

Os deputados do CDS-PP querem que os Relatórios Provisórios dos Incêndios Florestais “discriminem as áreas efetivamente ardidas por concelho”, e que o último relatório deste ano reflita essa realidade.
(ler mais...)


Torres Novas: PS faz campanha com obras fantasma de milhões de euros »  2017-09-20 

A campanha eleitoral do Partido Socialista em Torres Novas está a ser marcada por métodos nunca vistos, indo ao ponto de publicitar, em outdoors gigantes, obras fantasmas que nunca viram a luz do dia, ao mesmo tempo que se divulgam os milhões de investimento nas referidas obras.
(ler mais...)


Julgamento da Fabrióleo: moradores desapontados com a sessão de hoje no tribunal »  2017-09-18 

Prosseguiu hoje, segunda-feira, no Tribunal de Torres Novas, mais uma sessão do julgamento de um processo que opõe o Ministério Público à Fabrióleo, relacionado com a poluição na ribeira da Boa Água.
(ler mais...)


Constância: desporto aventura animou vila durante o festival das grandes rotas »  2017-09-18 

Actividades desportivas ao ar livre como canoagem, rappel, slide, aquabird, aquaball, stand up paddle e vertical playpen, marcaram o conjunto de iniciativas que decorreram em Constância entre os dias 9 e 17 de Setembro, no âmbito do festiva das grandes rotas – do Tejo e Zêzere.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2017-09-17  Torres Novas: incêndio deflagrou em Rio Frio junto ao viaduto
»  2017-09-20  Torres Novas: PS faz campanha com obras fantasma de milhões de euros
»  2017-09-18  Julgamento da Fabrióleo: moradores desapontados com a sessão de hoje no tribunal