• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 20 de Novembro de 2017
Pesquisar...
Qui.
 22° / 12°
Períodos nublados
Qua.
 21° / 8°
Céu nublado
Ter.
 21° / 7°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  22° / 8°
Claro
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Torres Novas: “Rock no Parque” é a novidade da feira de Março

Sociedade  »  2017-03-13 

Seis grupos musicais vão actuar nos dias 24 e 25 de Março, em Torres Novas, numa iniciativa do município, intitulada “Rock no Parque” - junto ao Almonda Parque. A iniciativa, que integra o programa da feira de Março, que decorre ali ao lado, “pretende dar visibilidade a novos projectos e novos talentos locais”, refere o município em comunicado.

Para algumas bandas esta será uma oportunidade para actuarem “em casa” na expectativa de captarem público. Denis Filipe, vencedor de uma das edições do concurso televisivo “The Voice”, vai apresentar o seu novo projecto “The Darksons”.

A formação surge de um update do projecto Denis (one man band), nascido em 2010, que com a necessidade de se mover mais em palco e de criar ritmos mais complexos convida um baterista passando assim em 2012 a ser uma banda composta por dois elementos. A banda começou por tocar as suas versões em bares e em 2013 gravam um álbum com edição da Universal Music ainda com o nome Denis. No início de 2014 decidem mudar de nome para um que soasse mais a banda e aí sim, passam a ser os Darksons Fizeram tour em 2015 ainda com o primeiro álbum e em 2016 entram em modo composição com o objectivo de procurar sons diferentes e fundir vários estilos.

Neste cartaz musical figuram ainda os “StandBy”, que têm na voz principal Henrique Afonso. A banda nasceu do seio de um grupo de amigos, que tinha como ideia inicial criar uma banda para participar num ou outro concurso da escola. Contudo, este grupo foi aumentando, uns elementos saíram e outros entraram, formando actualmente uma banda com ambição.

Mais batidos são os “Cruz de Ferro”, banda de metal, grupo que integra elementos com larga experiência na música.
«Morreremos de pé» é o primeiro disco de longa-duração dos Cruz de Ferro e conta com 10 temas cantados em português. Foi editado a 19 de Dezembro de 2015. Antes, em Dezembro de 2009, lançaram o EP «Guerreiros do Metal», com cinco temas. A banda tomou forma no início de 2010, em Torres Novas.

Os “Dog´s Bollocks” exploram o Rock and Roll Blues: duas guitarras, meia bateria, um monte de blues e rock n roll. Daniel Martins e Luís Leitão são as caras que dão voz a este projecto nascido em Novembro de 2014.

“The Name Ran Away” surgiu em 2011. Trata-se de uma banda que aprecia a música Rock acima de tudo e “Os Polegar” fecham o cartaz.

 

 

 

 Outras notícias - Sociedade


Primeiro-ministro de Cabo Verde visitou “Lusitana” em Riachos »  2017-11-19 

Depois de ter chegado a Torres Novas, na quinta-feira, o primeiro-ministro de cabo Verde, Ulisses Correia, foi recebido na Turrisconta, empresa de contabilidade do antigo presidente da câmara, António Rodrigues, de quem partiu o convite para a visita, aliás como tinha sucedido há escassos meses com Xanana Gusmão.
(ler mais...)


Futebol: sorte macaca dos “amarelos” em Amiais (2-0) »  2017-11-19 

CD AMIENSE 2 CD TORRES NOVAS 0
Campos da Azenha, Amiais de Baixo, 18/11/17

CD AMIENSE: Chico; P. Lista, Leo G., Parreira, Costinha, Luís (Fábio), Tico, N. Tiago, Miguel, Ganso e Leo Silva (Arnaldo).
(ler mais...)


Marca reforça aposta em produtos ecológicos para uso doméstico »  2017-11-14 

A Renova reforça a sua oferta de produtos ambientalmente responsáveis com o lançamento da nova gama “Renova Love & Action”, composta por produtos distinguidos com o rótulo ecológico da União Europeia numa nova aposta da marca pioneira no sector em soluções ecológicas.
(ler mais...)


Jorge Traquina:”Minudências” num pequeno-grande livro de poesia »  2017-11-12 

Jorge Traquina da Silva está em Torres Novas há tanto tempo que se diria um torrejano de sempre, mas este improvável e talentoso poeta, nascido em Abrantes em 1959, pelas sombras melancólicas das vielas torrejanas vai encontrando a inspiração existencial que se desdobra depois em pequenas histórias de ver o mundo todo com uma enorme lucidez, ironia, graça e inteligência.
(ler mais...)


Diabetes uma doença em plena expansão - I »  2017-11-11  »  Juvenal Silva

A diabetes é uma doença em plena expansão e, de acordo com o relatório global da Organização Mundial de saúde divulgado em 7/4/2016, desde 1980, o número de pessoas com diabetes quadruplicou e atingiu os 422 milhões de pessoas em 2014.
(ler mais...)


Maria Lamas - vida e obra em exposição na Assembleia da República »  2017-11-08 

O presidente da Asssembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, fez ontem o discurso de abertura da exposição "Maria Lamas - Mulheres, Paz, Liberdade", patente no palácio de São Bento até meados de Dezembro.
(ler mais...)


Vou ali salvar uma velhinha, e já venho »  2017-11-05 

Há histórias bonitas, que demonstram o que de melhor há no ser humano: a solidariedade. Numa semana marcada por violência, agressividade e desprezo pelo outro (leia-se o espancamento na noite/manhã de Lisboa), em Torres Novas há um enredo oposto.
(ler mais...)


Torres Novas: IMI fixado nos 0,38% para 2018 »  2017-11-03 

A Câmara Municipal de Torres Novas deliberou, na sua reunião de terça-feira (dia 31), manter a taxa de Imposto sobre Imóveis (IMI) nos 0,38% em 2018, a aplicar a todos os proprietários de imóveis no concelho, avaliados nos termos do Código do IMI.
(ler mais...)


Golegã volta a agitar-se com a feira de São Martinho »  2017-11-01 

“Reza a lenda que um cavaleiro gaulês, de nome Martinho, ao regressar a casa no meio de uma tempestade encontrou a meio do caminho um mendigo que lhe pediu uma esmola. O cavaleiro retirou das costas o manto que o aquecia, cortou-o ao meio com a espada e deu-o ao mendigo.
(ler mais...)


Entroncamento: petição pública reclama mais segurança »  2017-11-01 

No site www.peticaopublica.com está a ser subsrito um documento intitulado “Entroncamento Mais Seguro”, na qual se reclama, tal como o nome indica, uma cidade mais segura. Na petição, já assinada por mais de 500 pessoas, refere-se que o Entroncamento “é uma cidade insegura” e que há pessoas que, à noite, já não saem à rua.
(ler mais...)

 Mais lidas - Sociedade (últimos 10 dias)
»  2017-11-12  Jorge Traquina:”Minudências” num pequeno-grande livro de poesia
»  2017-11-19  Futebol: sorte macaca dos “amarelos” em Amiais (2-0)
»  2017-11-14  Marca reforça aposta em produtos ecológicos para uso doméstico