• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Sábado, 24 Agosto 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Ter.
 26° / 17°
Períodos nublados
Seg.
 28° / 16°
Períodos nublados
Dom.
 31° / 15°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  33° / 17°
Períodos nublados
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Haja fé

Opinião  »  2018-12-19  »  Anabela Santos

"Que este amanhã, o ano de 2019, seja repleto de coisas boas para todos nó"

Assim, em pouco mais de um abrir e fechar de olhos, estamos, de novo, em Dezembro. Mês de festa, de família, de celebrar o aniversário de Jesus Cristo, presépio, árvore de Natal, luzes, música, afetos, união e solidariedade. Mês comprido, intenso, amado, odiado e cheio de simbologia.

É o décimo segundo, o último do ano, o que nos leva a pensar num final e num recomeço. Este é o momento de fazer o balanço dos últimos trezentos e sessenta dias vividos com mais ou menos intensidade. É o momento do passado, presente e o amanhã. É, não sei se é, dizem que sim.

Na realidade, nem que seja por um breve momento, todos nós nos questionamos sobre o que foi e o que poderia ter sido o ano que passou. O que fizemos, o que aproveitámos, onde errámos, o que deveríamos ter feito, o que mudou e o que não mudou mas deveria ter mudado. Afinal, rever o passado facilita entender o presente e ajuda a idealizar o futuro.

O ser humano não perde este hábito: esperar o final do ano para analisar os seus atos, as suas opções e pensar na mudança. Na minha opinião, não há um momento próprio para fazer um contrato com uma nova vida. Ilusão!

Fazemos promessas de melhorar hábitos e transformar atitudes. Tudo será diferente, o novo ano será perfeito. Puro engano. Não se pense que a vida será um mar de rosas só porque se melhoram hábitos e se alteram atitudes. A vida será um mar de conhecimentos, oportunidades, aprendizagens, alegria, frustração, desilusão, ou seja, mais do mesmo com algumas alterações.

No entanto, haja fé! Não falo da fé cristã, apesar de ela também poder guiar a nossa vida. Falo em confiança, em acreditar que as nossas opções nos tornarão seres humanos melhores.

Grande erro é só termos esta atitude, e não estou a generalizar, no final do ano. Mudar não tem de ser em Dezembro. Vamos ser mais solidários em Fevereiro, mais generosos em Maio, abandonar planos que correram mal em Junho, correr atrás de um sonho em Julho, amar muito em Agosto, pensar no desgosto em Setembro, criticar em Outubro e celebrar em Dezembro.

Utilizemos o livre arbítrio sempre, quando quisermos, quando pudermos. O momento é agora, não é quando soam as doze badaladas. Todo o ano passado, presente e o amanhã.

Que este amanhã, o ano de 2019, seja repleto de coisas boas para todos nós. Só temos de acreditar. Haja fé!

 

 

 Outras notícias - Opinião


A greve dos motoristas »  2019-08-23  »  Jorge Carreira Maia

PÔR O REGIME À PROVA. Na greve dos motoristas de matérias perigosas coincidiram duas vertentes que, para os próprios interessados, não deveriam ter coincidido. A luta laboral por reivindicações que merecerão respeito e um desafio às instituições políticas e ao regime.
(ler mais...)


À mulher de César não basta ser séria… »  2019-08-09  »  António Gomes

Vem isto a propósito da aquisição de imóveis pela Câmara de Torres Novas, sitos em Riachos. Só o BE votou contra.

Os proprietários propuseram a aquisição e a Câmara comprou.
(ler mais...)


Bons Sons »  2019-08-09  »  Inês Vidal

Treze anos, dez edições, uma aldeia em manifesto. Arrancou ontem, dia 8, mais uma edição do festival Bons Sons, que anualmente traz a Cem Soldos, concelho de Tomar, milhares de pessoas e música, muita música portuguesa.
(ler mais...)


Carteiro »  2019-08-09  »  Ana Sentieiro

A genética é, de facto, uma coisa incrível! Contudo, no meu caso, a genética desempenha mais o papel de progenitor ausente, que se esquece do meu aniversário, não sabe o meu número de telemóvel e saca duas notas de vinte da carteira de pele quando está folgado e diz, “Para te divertires, mas não digas à tua mãe!”.
(ler mais...)


Livros para férias »  2019-08-09  »  Jorge Carreira Maia

COMO MORREM AS DEMOCRACIAS. Autores Steven Levitsky & Daniel Ziblatt, ambos professores em Harvard. Uma reflexão com incidência americana, mas apoiada no estudo das mortes da democracia nos anos trinta do século passado, na Europa, e nos anos 60 e 70, também do XX, na América Latina.
(ler mais...)


Balanço político da legislatura »  2019-07-20  »  Jorge Carreira Maia

Partido Socialista. Nunca, na história da democracia portuguesa, tinha havido um governo suportado por toda a esquerda parlamentar. António Costa e os socialistas foram os grandes beneficiários da inovação.
(ler mais...)


Umbigos, por Inês Vidal »  2019-07-05  »  Inês Vidal

A política sempre foi um dos assuntos que me deu mais gozo acompanhar enquanto jornalista. Não é novo, já o disse aqui muitas vezes. Encanta-me o jogo, perceber as redes, as pessoas, ver o que as move, como se movem, como a política puxa pelo melhor e revela o pior de quem se envolve.
(ler mais...)


Bloco de Esquerda, Rui Rio, União Europeia e Igreja Católica »  2019-07-05  »  Jorge Carreira Maia

O BLOCO DE ESQUERDA E OS DEPUTADOS. Parece haver divergências entre a distrital de Santarém e a direcção nacional sobre quem deve encabeçar a lista de candidatos pelo distrito às eleições legislativas.
(ler mais...)


PLANTAR ÁRVORES »  2019-07-04  »  António Gomes

As alterações climáticas a que estamos a assistir, e aquelas que nos são anunciadas por estudos científicos, devem ser para levar a sério. O equilíbrio climático a que nos habituámos está em mudança acelerada.
(ler mais...)


Autarquias, professores, padres casados e futebol »  2019-06-20  »  Jorge Carreira Maia

PODER AUTÁRQUICO. Depois da operação Teia, uma nova operação contra detentores – ou ex-detentores – do poder autárquico. Não faço ideia o que pensam presidentes de câmara e vereadores sobre a reputação das autarquias.
(ler mais...)

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2019-08-09  »  Ana Sentieiro Carteiro
»  2019-08-09  »  Jorge Carreira Maia Livros para férias
»  2019-08-09  »  Inês Vidal Bons Sons
»  2019-08-09  »  António Gomes À mulher de César não basta ser séria…
»  2019-08-23  »  Jorge Carreira Maia A greve dos motoristas