• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 27 Outubro 2021    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 21° / 16°
Céu muito nublado com chuva moderada
Sex.
 18° / 16°
Céu muito nublado com chuva moderada
Qui.
 25° / 10°
Céu nublado com chuva fraca
Torres Novas
Hoje  26° / 12°
Céu limpo
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 
 Últimos artigos por...

Inês Vidal

 

Maria de Lourdes - inês vidal »  2021-07-17 

Há uns anos, quando passeava pela vila de Riachos visitando aquelas ruas engalanadas a propósito da festa Bênção do Gado, deparei-me com uma realidade que na altura me levou, inclusive, a escrever um texto nestas páginas. A forma como, ao recuperar quadros da realidade diária camponesa ribatejana, se denotava uma certa normalidade ao pintar a figura do “bêbedo”... Aquela aceita&... (ler mais...)


Torres Novas somos nós - inês vidal »  2021-06-04 

Avançamos por aí adentro para um ano de eleições autárquicas. Decidimos o futuro da nossa porta, aquele que está logo ali, mais perto, no imediato, que dita a nossa qualidade de vida assim que colocamos o pé fora da nossa casa. Ou mesmo ainda dentro dela. Decidimos o futuro que, simultânea e estranhamente, menos parece interessar à maioria dos eleitores.

Num ano como o que v... (ler mais...)


Astrazeneca: não me peçam a decisão - inês vidal »  2021-05-30 

Somos, desde muito cedo, chamados à responsabilidade pelo tanto que fazemos. Se somos obesos é porque comemos de mais, se temos cancro de pulmão deve-se aos maus hábitos que promovemos, se somos presos, foi porque cometemos um crime. Simples como isso: há uma causa, há um efeito e somos chamados a responder por ele. Há até um ditado popular para isso: “Quem boa cama fizer, nela se h... (ler mais...)


Tempo - Inês Vidal »  2021-05-10 

Corro em contramão, qual único carro que segue para norte nas três faixas de sentido sul. Sinto os sinais de luzes, mas não os entendo. Estão todos errados. Eu sou aquela, a única por sinal, que escolheu o caminho certo. A isso me leva a crer minha fastidiosa arrogância.
Quando todos suspiram por vida, só me apetece aquele sofá. Quando todos anseiam pela vida dos outros, eu s&oa... (ler mais...)


PSD: a morte há muito anunciada - inês vidal »  2021-02-20 

 1. O PSD de Torres Novas é uma anedota. Ao mesmo tempo que digo isto, ouço já ao fundo vozes a erguerem-se contra esta forma crua e dura de arrancar com este texto. Imagino até as conclusões de quem tem facilidade de falar sem saber: é do Bloco, dizem uns, comunista desde sempre, atiram outros, indo ainda mais longe, lembrando que dirige aquele pasquim comunista, conforme aprenderam com o ex-pres... (ler mais...)


Não sabemos morrer - inês vidal »  2021-02-05 

Ouço os sinais ao longe. Um pranto gritado bem alto, do alto dos sinos da igreja, por alguém que partiu. É já raro ouvir-se. Por norma, pelo menos na nossa cidade, ecoam apenas pelos que muito deram de si à causa religiosa. Ontem, os sinos choraram. E com eles, uma família, os amigos, uma comunidade. Juntos na dor, separados na distância, gritaram mudos, em silêncio. Nos dias que correm, ch... (ler mais...)


Eu voto, mas não gosto do rumo que isto leva - inês vidal »  2021-01-23 

Sinto que estou sempre a dizer o mesmo, que os meus textos são repetições cíclicas dos mesmos assuntos e que estes são, só por si, repetições cíclicas e enfadonhas deles próprios. Não sei se limitação minha, que não vejo mundo, se culpa do que me rodeia que é, também por si só, uma repetição cíclica e enfa... (ler mais...)


2021: uma vida que afaste a morte - inês vidal »  2021-01-10 

Finalmente 2021. Depois de um ano em que mais do que vivermos, fomos meros espectadores, fantoches num autêntico teatro de sombras, com passos e passeatas manipulados por entre margens e manobras de cordelinhos, chegámos a 2021. E chegámos, como em qualquer ano novo, com vontade de mudar, de fazer planos, resoluções que acabaremos por abandonar antes do Carnaval. Chegámos com vontade de viver mais e mai... (ler mais...)


Paul do Boquilobo - Inês Vidal »  2020-12-19 

A globalização, um maior conhecimento do outro, que afinal é igual a nós e está ali ao lado, a uma distância reduzida no tempo pela democratização dos meios de transporte, tornou-nos verdadeiros aprendizes de viajantes. É cada vez mais fácil chegar a qualquer ponto do globo, percorrer milhas, cantos e recantos, provar aqui, esmiuçar ali. Entrar na vida alheia, culturas... (ler mais...)


A entrevista que ficou por escrever - inês vidal (texto integral) »  2020-12-03 

Tenho o péssimo hábito (péssimo para mim, óptimo para quem me rodeia) de não poupar elogios, ao mesmo tempo que guardo para mim grande parte das críticas, num jeito conveniente de evitar o confronto que me incomoda, mas que é tantas vezes, se não sempre, fulcral em qualquer saudável relacionamento, seja ele de que cariz for.
Mas como dizia, não costumo poupar elogios. ... (ler mais...)


A entrevista que ficou por escrever - inês vidal »  2020-12-02 

Tenho o péssimo hábito (péssimo para mim, óptimo para quem me rodeia) de não poupar elogios, ao mesmo tempo que guardo para mim grande parte das críticas, num jeito conveniente de evitar o confronto que me incomoda, mas que é tantas vezes, se não sempre, fulcral em qualquer saudável relacionamento, seja ele de que cariz for.

Mas como dizia, não costumo poupar elogio... (ler mais...)


Generalizar, apontar, julgar - inês vidal »  2020-11-21 

Digo isto com frequência. Quem melhor me conhece, já o ouviu dezenas de vezes. Ainda hoje, ao jantar, dizia à minha filha que não podemos viver no preconceito. A vida não é a preto e branco, tem antes milhares de nuances. Cada pessoa é uma vida e um conjugar de momentos que a fazem tomar decisões e cada decisão dessas é só mais um momento que vai engrossar a sua vida d... (ler mais...)


Torres Novas: um centro sem luz - inês vidal »  2020-08-19 

Torres Novas tinha tudo para ser um bonito postal ilustrado. Do castelo altaneiro, que olha de cima a praça pintada de roxo dos jacarandás, ao rio que o circunda, ao jardim que envolve o centro histórico... Quem vem pela primeira vez, se tiver a sorte de dormitar toda a viagem e abrir os olhos apenas quando curva o topo da rua de Nun’Álvares, cruzando-se em primeiro lugar com a Praça 5 de Outubro, fica,... (ler mais...)


Carta aberta a bom entendedor - inês vidal »  2020-06-18 

Tenho mau feitio, quem me conhece sabe. Uma característica que nasceu comigo, mas que nitidamente vai piorando à medida que os anos passam, a vida corre, as experiências se sucedem...

Não deixa de ter graça que simultaneamente, mas num sentido inversamente proporcional, cresça a minha tolerância para com uma série de outras coisas que outrora me custava entender. Percebo os erros, ... (ler mais...)


Pela janela, por Inês Vidal »  2020-05-09 

Comprei um bilhete de avião para ir visitar o meu primo João, que está na Suécia, por alturas do casamento dele, em Abril. Crescemos juntos, apesar da diferença de idades. Queria dar-lhe um abraço, desejar-lhe que fosse feliz - comigo aqui relativamente perto, de preferência - ao mesmo tempo que nos perguntaria como é que era possível estarmos ali, se ainda no outro dia andei com el... (ler mais...)


Sempre em pé, por Inês Vidal »  2020-04-17 

Cresci terceira filha depois de dois rapazes. Sempre ouvi dizer que a menina leva as atenções maiores. Não digo que não, mas o facto de ser terceira atenua bem essa regra. Sou aquela que nunca aparece nas histórias divertidas ou que ninguém sabe se um dia teve, ou não, varicela. A par disso, cresci sportinguista. Um amor surgido, desconfio eu, por influência desses mesmos irmãos mai... (ler mais...)


Um arco-íris em tons de cinza, por Inês Vidal »  2020-04-05 

Por estes dias, pedi às minhas filhas que pintassem um arco-íris para pendurarmos na porta de casa. Algo que dissesse, em todas as línguas latinas, e a quem por ali passasse, “vai ficar tudo bem”. No fundo, acho que me queria sentir uma boa mãe, daquelas que passaram os últimos quinze dias em casa a fazer de ponte entre seus filhos, uma escola fechada e uma resma de aulas online que mais parecia t... (ler mais...)


Retratos, por Inês Vidal »  2020-03-03 

Matilde é filha de um alfaiate que costurava togas para juízes em Coimbra e de uma modista de alta costura, responsável pelas criações que a mulher de Carmona vestia. Filipe é alentejano e foi atrás de Cristina, que chegou a Torres Novas. Francisco era ilusionista de profissão e passava o dia 25 de Dezembro em palco, de manhã à noite, esquecendo como era ao certo um... (ler mais...)


Xenovírus, por Inês Vidal »  2020-02-07 

Somos xenófobos por natureza. Também somos racistas, hipócritas, egoístas. Pensamos em nós, nos nossos e os outros que se lixem. E quanto lá mais longe, melhor. Não fosse verdade esta minha pessimista afirmação, não chamaríamos chagas, ou melhor chegas, para a nossa casa-mãe.

Não precisamos de motivos para ser naturalmente xenófobos, aind... (ler mais...)


Hipocrisia colectiva, por Inês Vidal »  2020-01-30 

Este ano há festa da Benção do Gado, em Riachos. Uma festa de raízes, uma homenagem às origens do povo riachense. Pelo menos é essa a sua intenção primeira. Recordo, a propósito, quando numa das vezes em que percorri as ruas engalanadas da vila por altura das festas, uma das coisas que me chamou a atenção nos quadros populares que recriam essas tais raízes riac... (ler mais...)


 

 Mais lidas - Opinião (últimos 30 dias)
»  2021-10-21  »  Pedro Ferreira Fundamentalismo eleitoral (III) - pedro ferreira
»  2021-10-15  »  Hélder Dias Juventude centriste…
»  2021-10-17  »  José Ricardo Costa A Faixa - josé ricardo costa
»  2021-10-13  »  Jorge Carreira Maia Um olhar sobre as eleições concelhias - jorge carreira maia
»  2021-10-17  Ressaca - carlos paiva