• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
  Quarta, 26 Junho 2019    |      Directora: Inês Vidal    |      Estatuto Editorial    |      História do JT
   Pesquisar...
Sáb.
 29° / 15°
Períodos nublados
Sex.
 29° / 14°
Céu limpo
Qui.
 27° / 13°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  26° / 15°
Céu nublado com chuva fraca
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Os velhos amantes da revolução

Cultura  »  2018-12-17 

O melhor da festa dos 80 anos de Joaquim Alberto Simões e do lançamento do livro que relata a sua aventurosa vida estava guardado para o fim, já muitas dezenas de amigos tinham deixado a antes repleta Casa do Povo de Riachos, no sábado passado: Joaquim Alberto, enfim liberto dos discursos e das formalidades, pegou na viola e cantou A canção dos Velhos Amantes e A Valsa a Mil Tempos de Brel, transformando em pura magia e calorosa emoção um momento raro, daqueles que os presentes vão guardar no coração para sempre.

Joaquim Alberto cantou também Pedro Lobo Antunes, outro amigo dos tempos ainda solares e acabou com um célebre hino de Moustaki. Só quem nunca ouvira cantar Joaquim Alberto se surpreendeu com a belíssima e segura voz de um homem, aos 80 anos, a cantar textos que são património da cultura musical europeia. Antes, já Francisco Fanhais tinha feito tremer o coração dos presentes com uma versão a capella da “Utopia”, de José Afonso. Amigos, vieram de todo o lado, cabendo a representação, na mesa, a Carlos Cruz, ladeado pelos organizadores do livro, Carlos Simões Nuno e Carlos Tomé.

Camilo Mortágua, companheiro de militâncias e de sonhos, a quem se ficou a dever, no sábado, o pequeno recital de Joaquim Alberto, Afonso Dias e muitos outros amigos, fizeram grande de afectos e velhas cumplicidades uma das mais bonitas festas dos últimos anos vividas em Riachos, em volta da celebração dos 80 anos de um riachense que é cidadão do nosso pequeno mundo e dele foi protagonista directo. Onde ele esteve, cresceram flores, e hoje ainda se vêem cravos esquecidos pelas calçadas das ruas por onde passou o Joaquim Alberto e por onde vagueiam os seus amigos, na esperança de ouvirem a sua voz numa apaixonada cantiga: ”Mais mon amour, mon doux, mon tendre, mon merveilleux amour…”

 

 

 Outras notícias - Cultura


Phydellius: música em festa no Teatro Virgínia »  2019-06-20 

O Teatro Virgínia foi ontem palco de mais uma excelente jornada artística, com a realização do Concerto Semper Phydellius 2019, num encerramento em beleza das actividades lectivas do Conservatório.

Em palco estiveram 70 jovens músicos e coralistas a solo, em ensemble e em orquestra, numa magnífica mostra do trabalho realizado pela instituição, através de uma selecção classes disciplinares e dos 28 docentes e colaboradores especializados da escola de música.
(ler mais...)


Sérgio Godinho fecha última noite das festas da cidade »  2019-06-19 

As Festas da Cidade (ou do Almonda, consoante os humores), que assinalam anualmente a elevação de Torres Novas a cidade, realizam-se este ano entre 4 e 7 de Julho, como habitualmente no Jardim da Fontinha. Destaque para a presença de Sérgio Godinho, 25 anos após a sua primeira actuação na cidade.
(ler mais...)


Por este rio abaixo: fotografias de Abílio Dias »  2019-06-06 

“O Almonda da nascente à foz” - foi este o programa cumprido por Abílio Dias, fotógrafo amador torrejano, que durante alguns anos fez imagens do curso do rio e agora as mostra numa exposição patente no edifício do antigo hospital até final de Julho.
(ler mais...)


Bertino Coelho Martins homenageado pelo Fórum Ribatejo na Barquinha »  2019-05-25 

Bertino Coelho Martins, natural de Lapas, um dos maiores vultos da cultura torrejana e da região ribatejana, foi homenageado hoje, dia 25, na Barquinha, no decorrer do II Encontro de Cultura Popular do Ribatejo, organizado pelo Fórum Ribatejo em parceria com a autarquia barquinhense.
(ler mais...)


Andreia Carreira - mulher, mãe, médica, música e maestrina: “A maternidade foi a única coisa que me fez sentir diferente por ser mulher” »  2019-04-20 

Andreia Carreira tem 35 anos e é natural de Torres Novas. É médica, mãe, mulher. Toca clarinete na Banda da Mata e frequenta o curso de direcção de banda e coro no Orfeão Foz Douro, no Porto, uma formação que sentiu necessidade de fazer para melhor cumprir a sua tarefa de maestrina na banda Nabantina, de Tomar.
(ler mais...)


Bons Sons: Júlio Pereira a fechar a grande festa da música portuguesa deste ano »  2019-04-19 

Diabo na Cruz, First Breath After Coma + Noiserv, Glockenwise + JP Simões, Joana Espadinha + Benjamim, Lodo + Peixe, Sensible Soccers + Tiago Sami Pereira, Sopa de Pedra + Joana Gama, são alguns dos nomes do enrome cartaz artísitico do BONS SONS deste ano, numa edição que vai encerrar com Júlio Pereira, que recentemente ganhou o prémio José Afonso com o seu álbum Praça do Comércio.
(ler mais...)


Mira de Aire: teatro a favor do Círculo Cultural, a 27 e 28 »  2019-04-19 

A pretexto da efeméride da elevação de Mira de Aire a vila, o Círculo Cultural Mirense leva à cena a peça “O Gato”, na Casa da Cultura, nos dias 27 e 28 de Abril (sábado e domingo, às 21H30 e 15H30, respectivamente), com receitas a favor das obras da sede do Círculo Cultural.
(ler mais...)


Emigração em Torres Novas (1958-1974) é tema de livro de Jorge Salgado Simões »  2019-04-10 

Está aprazada para o próximo dia 27 de abril, às 17h30, a apresentação do novo livro de Jorge Salgado Simões, intitulado de “Para melhorar a situação: os processos da Junta da Emigração no Arquivo Municipal de Torres Novas (1958-1974)”.
(ler mais...)


D. Pedro de Lencastre é tema da 10.ª edição da feira de época de Torres Novas »  2019-04-06 

Com o tema «Tempos Sombrios - D. Pedro de Lencastre, inquisidor-geral do reino», Torres Novas volta a recuar no tempo com a sua décima edição da feira de época que este ano tem lugar de 29 de maio a 2 de junho.
(ler mais...)


Gravações inéditas de José Afonso apresentadas também em Torres Novas »  2019-03-15 

O livro, cds e disco de vinil, “José Afonso ao Vivo”, contendo gravações inéditas de dois concertos de José Afonso, numa edição da TradiSom, vai ter apresentação pública também em Torres Novas, no dia 22 de Abril.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 30 dias)
»  2019-06-06  Por este rio abaixo: fotografias de Abílio Dias
»  2019-06-19  Sérgio Godinho fecha última noite das festas da cidade
»  2019-06-20  Phydellius: música em festa no Teatro Virgínia