• SOCIEDADE-  • CULTURA  • DESPORTO  • OPINIÃO
Directora: Inês Vidal   |     Segunda, 22 de Janeiro de 2018
Pesquisar...
Qui.
 14° / 7°
Céu nublado com chuva fraca
Qua.
 15° / 6°
Céu nublado
Ter.
 17° / 7°
Períodos nublados
Torres Novas
Hoje  17° / 9°
Céu nublado
       #Alcanena    #Entroncamento    #Golega    #Barquinha    #Constancia 

Tomar: Quinta do Bill festejou 30 anos e carreira “em casa”

Cultura  »  2017-07-15 

“Foram 30 aninhos que passaram a correr e sempre com o apoio das gentes de Tomar”, foi o que começou por dizer Carlos Moisés, compositor e vocalista da banda se formou-se em 1987, em Valdonas, no concelho de Tomar.

A Praça da República, em Tomar, foi o local escolhido para o concerto comemorativo dos 30 anos de carreira do grupo musical mais mediático daquele concelho, a Quinta do Bill. Decorreu ontem, sexta-feira, dia 14 de Julho, num palco aberto que teve como pano de fundo o edifício dos Paços do Concelho cuja fachada foi inteligentemente iluminada. Foi o cenário ideal e com o qual a banda graciou os seus conterrâneos com um concerto gratuito que levou muita gente a celebrar a festa da música.

Na verdade os espectáculos que a “Quinta” tem dado, de alguma forma, têm também sido de comemoração destes 30 anos de muita música, histórias, concertos e de grande evolução musical.
Há 10 anos, em 2007, Tomar foi igualmente palco da grande comemoração dos 20 anos de carreira da banda, num concerto que acabou por dar origem a um CD e DVD – “Quinta do Bill – 20 anos ao vivo”.

Com um som muito característico, o tal folk-rock que tão bem soa aos ouvidos, a banda de Carlos Moisés, Paulo Bizarro, Carlos Calado, Dalila Marques, Jorge Costa e Miguel Urbano apresentou algumas das canções mais recentes e, inevitavelmente, apresentou alguns dos seusmais emblemáticos temas musicais.

Formada em 1987, a Quinta do Bill lançou, até hoje, 9 álbuns de originais e é responsável por canções incontornáveis, como “Os Filhos da Nação”, “Se te amo”, “Voa” ou “No Trilho do Sol”.

O primeiro álbum da banda, “Sem Rumo”, foi editado em 1992. Seguiu-se “Os Filhos da Nação” (1994), que conquistou grande notoriedade nacional e levou a banda a marcar presença em vários programas de televisão e de rádio. Em 1996, lança “O Trilho do Sol” que, à semelhança do seu anterior, foi um sucesso de vendas. O seu mais recente trabalho é “Todas As Estações”, álbum de originais lançado em 2016.

Com vários discos de ouro já conquistados e uma carreira marcada por concertos históricos, como o da Avenida dos Aliados, no Porto, que juntou mais de 100 mil pessoas, a Quinta do Bill é uma das bandas mais marcantes da música portuguesa.

 

 

 Outras notícias - Cultura


Torres Novas: exposição revisita os 58 anos do Cine Clube »  2018-01-11 

Realiza-se entre os dias 19 e 26 de Janeiro uma exposição comemorativa dos 58 anos do Cine Clube de Torres Novas, na biblioteca municipal da cidade, um espaço privilegiado para o efeito. De acordo com aquale associação torrejana, esta será uma reedição de uma exposição realizada em 1973 “e que teve grande projecção nos media do país, nomeadamente na RTP”.
(ler mais...)


Teatro Virgínia: conhecida a agenda para os primeiros meses de 2018 »  2018-01-11 

Teatro, música e dança continuam a ser as disciplinas artísticas privilegiadas pela direcção artística do Teatro Virgínia, em Torres Novas. O programa para os meses de Janeiro, Fevereiro e Março já foi divulgado, destacando-se na área da música o regresso de Mário Laginha e o seu trio (27 de Janeiro) ou Sean Riley & The Slowriders (3 de Março).
(ler mais...)


Riachos: oficina de teatro regressa em Fevereiro »  2018-01-11 

A Paralelo 39 – Associação Cultural de Saberes e Artes – promove uma oficina de teatro, intitulada “Novos Encontros com o Teatro” sob orientação de Hugo Gama, que terá início no próximo dia 3 de Fevereiro.
(ler mais...)


Tomar mantém aposta no festival de percussão »  2018-01-11 

A 12.ª edição de Tomarimbando, o festival de percussão que se realiza na cidade de Tomar desde 2007, realiza-se entre os dias 16 e 22 de Julho, com masterclasses, concertos de escolas, concertos profissionais, tertúlias e exposições de marcas de instrumentos e acessórios de percussão.
(ler mais...)


Barquinha: Jorge Esperança fala de jazz »  2018-01-04 

O Centro de Estudos de Arte Contemporânea, em Vila Nova da Barquinha, acolhe no próximo dia 11 de Janeiro, às 18h30, uma tertúlia na qual participa Jorge Esperança. O tema é “Jazz na Tuna”. Jorge Esperança é um músico natural de Vila Nova da Barquinha, líder do quarteto de jazz residente no Clube de Instrução e Recreio (Ex-Tuna) de Moita do Norte, que actua quinzenalmente às sextas, à noite.
(ler mais...)


Denis Filipe: “Concorri ao “The Voice” porque não sabia que mais voltas devia dar para me mostrar” »  2018-01-04 

 

Há cinco anos Denis foi vencedor do concurso televisivo “The Voice”. De então para cá gravou um disco, emigrou durante um ano regressou e, em 2018, tem a esperança de gravar um novo disco, nem que seja ao vivo.
(ler mais...)


António Lúcio apresenta livro de poemas em Torres Novas »  2017-12-08 

“25 poemas de dores e amores” é o título do livro de António Lúcio Vieira que será apresentado na biblioteca municipal de Torres Novas no dia 16 de Dezembro. Recorde-se que, com este trabalho, o autor venceu o prémio literário Médio Tejo Edições.
(ler mais...)


Luís Rodrigues expõe trabalhos no edifício do antigo hospital »  2017-12-08 

Luís Rodrigues, artista plástico torrejano radicado em França, expõem alguns dos seus trabalhos de pintura de cerâmica, azulejo e olaria, no edifício do antigo hospital de Torres Novas de 11 de Dezembro a 28 de Janeiro, tratando-se de uma exposição de pintura e cerâmica e na qual se revela parte da mais recente doação do artista ao Museu Municipal Carlos Reis.
(ler mais...)


Barquinha: exposição de pintor amador que não resistiu a um cancro »  2017-10-25 

Carlos Daniel Pascoal Serras nasceu a 23 de Dezembro de 1957 e faleceu no passado dia 21 de Outubro vítima de cancro. Era natural de Mouriscas (Abrantes) e residente em Atalaia, Vila Nova da Barquinha.

Bacharel em Engenharia Electrotécnica, desempenhou funções na instituição militar e na banca, área onde exerceu maioritariamente a sua vida profissional, nos balcões da CGD de Vila Nova da Barquinha, Entroncamento, entre outros locais.
(ler mais...)


Dança: Cláudia Dias apresenta “Tudo o que é sólido dissolve-se no ar” »  2017-10-24 

O Teatro Virgínia recebe, no dia 4 de Novembro, o espectáculo de dança «Terça-feira: Tudo o que é sólido dissolve-se no ar», a segunda peça do projecto Sete Anos Sete Peças de Cláudia Dias.
(ler mais...)

 Mais lidas - Cultura (últimos 10 dias)